Enfrentamento à violência doméstica é tema de reunião em Juazeiro

0
Foto: Ascom/PMJ/Divulgação

A secretária de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes) de Juazeiro/BA, Cida Gama, participou, nessa quarta-feira (24), na Vara da Justiça pela Paz em Casa, de mais uma reunião da Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica. O objetivo foi apresentar para os integrantes da rede, o fluxo de funcionamento da ‘Casa Abrigo’ para mulheres vítimas de violência.

Na reunião, que contou com a presença da representante da Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Sandla Barros, foi explicado o processo de regionalização das casas e como são feitos os encaminhamentos.

Sandla Barros afirmou ser um passo importante apresentar o serviço para os componentes da Rede e explicar seu funcionamento. “É essencial entendermos que a questão da violência é multifatorial e não podemos julgar essas mulheres colocando nossos valores acima. A mulher vítima de violência e em perigo iminente de morte vai entrar na casa quantas vezes forem necessárias”, explicou.

Também estiveram presentes, representantes do Ministério Público, da Polícia Civil, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, da Ronda Maria da Penha, além da presidente do Conselho da Mulher, Katússia Almeida.

Casa Abrigo

A Casa Abrigo oferece à mulher vítima de violência doméstica um serviço de abrigamento com caráter sigiloso e temporário de até 180 dias, indicado para casos gravíssimos em que a vida da mulher é ameaçada pela convivência com o agressor, tornando necessário o seu afastamento imediato, com corte de todo e qualquer contato, até a resolução das suas demandas. As vítimas recebem proteção integral incluindo moradia, alimentação, vestuário, apoio pedagógico, atenção à saúde e acompanhamento psicossocial e jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome