Enfermeiros farão protesto em Petrolina contra a suspensão do piso

por Carlos Britto // 08 de setembro de 2022 às 14:00

Imagem: Divulgação

Somando aos protestos pelo país, os profissionais de enfermagem de Petrolina farão uma manifestação nesta sexta-feira (9), às 16h, na Praça da Catedral, Centro da cidade. Os atos estão acontecendo em várias regiões do Brasil após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, suspender, no último domingo (4), a lei que criou o piso salarial da enfermagem.

Segundo ele, a decisão foi para avaliar melhor o impacto da nova lei sobre o sistema de saúde. A previsão era de que o mínimo para os enfermeiros fosse de R$ 4.750. Os técnicos de enfermagem deveriam receber 70% do valor do piso dos enfermeiros (R$ 3.325), enquanto auxiliares de enfermagem e parteiras deveriam receber 50% do piso (R$ 2.375). Pela lei, o piso é válido tanto para a esfera pública quanto privada.

Apesar do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, ter dito que se reuniria com Barroso para tentar uma solução, até o momento a suspensão da lei permanece e os enfermeiros continuam indo às ruas em protesto.

Enfermeiros farão protesto em Petrolina contra a suspensão do piso

  1. Aline disse:

    Bolsonaro deu o aumento,mais a turma do lula tirou.continuem gritando lula livre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.