Empresa responsável por obra vai interditar avenidas de acesso a bairro de Juazeiro onde carros caíram em buracos, diz Prefeitura

3
(Foto: Reprodução WhatsApp)

A Prefeitura de Juazeiro (BA) enviou nota comentando sobre a situação das avenidas Miguel Silva Souza e Manoel Severo, que dão acesso ao bairro Pedra do Lorde, onde vários carros caíram em buracos nesta manhã, por causa da chuva que caiu durante a madrugada e a não conclusão da obra de requalificação do trecho. Segundo a prefeitura, a empresa executora da obra já foi acionada para providenciar a interdição de todo o trecho das avenidas.

Acompanhe a nota, na íntegra:

A Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur), informa que a empresa executora da obra já foi acionada para providenciar a interdição de todo o trecho da Avenida Manoel Severo e da Avenida Miguel Silva Souza, onde já foi executada a drenagem e apresenta algum risco para o tráfego de veículos.

A Sedur esclarece ainda que nesta terça-feira (19) o cronograma da obra prossegue normalmente, caso não chova mais, com a continuidade da execução da drenagem na Avenida Miguel Silva Souza. E o tráfego dos veículos novamente será desviado por ruas do Residencial Expedito Nascimento.

A obra em andamento é a requalificação e urbanização das avenidas que dão acesso aos bairros Pedra do Lorde, Palmares e Quidezinho, onde as Avenidas Manoel Severo, Miguel Silva Souza e Sebastião Almeida serão beneficiadas, além de drenagem pluvial, também com ciclovias, calçadas, nova pavimentação, sinalização e revisão de toda rede de água e esgoto.

Atualmente está em execução a etapa mais importante da intervenção e também a mais lenta, que é a drenagem, onde cerca de 2,5 Km de extensão distribuídos em 4 trechos estratégicos das 3 vias serão responsáveis por coletar todo o volume de água proveniente das chuvas, e assim solucionar um problema crítico que assola todos os moradores da área há décadas.

Ascom/PMJ

3 COMENTÁRIOS

  1. Descaso total da SEDUR com os moradores e comerciantes locais. Como se interditar a Av. fosse a solução. Queremos agilidade e organização nos trabalhos. Ou é a nuvem de poeira invadindo as casas e comércios locais, ou devido à chuva
    os carros caindo nos buracos abertos e não finalizados. Já houveram vários acidentes devido as obras. A rua a qual é feito o desvio não comporta o fluxo de veículos, por ser bastante estreita.

  2. Lentidão da obra? Há pelo menos três gestões mexem nesse saneamento sem resolver problema. Iniciam uma fase e logo se vê os profissionais parados e em números cada vez menores. As crateras são abertas e nunca fechadas, valas são feitas na pista e são deixadas abertas, até que algum morador preencha de terra e cascalho, a fim de evitar maiores acidentes! Descaso, absurdo! Se a região ainda fosse de chuva constante, certamente já teria sucumbido!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome