Embrapa em Petrolina já está com tudo pronto para 5° Simpósio Internacional de Vinhos Tropicais

0

simposio-vinhos-tropicaisA Embrapa Semiárido já está com toda a estrutura pronta para o 5° Simpósio Internacional de Vinhos Tropicais, que acontecerá em Petrolina na próxima semana – de 19 a 21 de outubro no Senac, Bairro Maria Auxiliadora (Rua Projetada, 650).O evento reunirá cerca de 120 participantes de oito países (Brasil, Venezuela, Estados Unidos, Portugal, França, Tailândia, Bali e Austrália), entre professores, pesquisadores, enólogos, proprietários de vinícolas e estudantes.

Segundo o pesquisador da Embrapa e Presidente do Comitê Organizador do 50 Simpósio Internacional de Vinhos Tropicais, Giuliano Elias Pereira, o objetivo é promover a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação na elaboração de vinhos tropicais, bem como integrar instituições públicas e privadas em projetos de cooperação para promover o mercado desses produtos, além de estimular a interação entre produtores de diferentes países.

Na programação técnico-científica, estão previstas palestras de alguns dos mais importantes pesquisadores na área da vinicultura. Um deles é a professora Jocelyne Pérard, da Universidade da Bourgogne, de Dijon, na França, e presidente da Cátedra Cultura e Tradições do Vinho da Unesco. Ela falará sobre a vitivinicultura como patrimônio mundial, e também a respeito da vitivinicultura tropical da Índia.

Os franceses Benjamin Bois, professor da Universidade da Bourgogne e Presidente da Seção de Viticultura da Organização Mundial da Vinha e do Vinho, e Joël Rochard, pesquisador do Instituto Francês da Vinha e do Vinho (IFV), apresentarão trabalhos sobre a vitivinicultura tropical do Vietnam e o tema da sustentabilidade dessa atividade em vinhedos tropicais, respectivamente.

Além destes, Guillermo Vargas, Professor da Universidade de Barquisimeto na Venezuela, e Nikki Lohitnavy, enóloga e proprietária da vinícola GranMonte Estate, na Tailândia, apresentarão as características dos vinhos tropicais da Venezuela e da Tailândia, respectivamente. Outra participação importante é a do norte americano Gregory Jones com seus estudos a respeito dos efeitos das mudanças climáticas sobre a vitivinicultura mundial.

Os pesquisadores da Embrapa – Iêdo Sá, Tony Jarbas, Jorge Tonietto e Giuliano Pereira – apresentarão os trabalhos que desenvolvem para estabelecer uma indicação geográfica para os vinhos tropicais do Vale do São Francisco. Nas suas palestras, eles abordarão as ferramentas usadas para o zoneamento, caracterização dos solos e estruturação da futura IG VSF, além de características dos vinhos tropicais do Brasil.

Palestras

No simpósio serão realizadas 28 palestras, além de quase 25 trabalhos na forma de pôsteres relacionados a diversos temas: valorização da vitivinicultura como patrimônio mundial, mudanças climáticas, manejo dos solos, irrigação e adubação, pragas e microbiologia na vitivinicultura tropical, a produção de vinhos tropicais no mundo, enologia tropical, zoneamento dos terrois vitícolas, Indicação Geográfica para vinhos, composição química e sensorial dos vinhos e resíduos. O evento é uma realização das unidades da Embrapa (Semiárido e Uva e Vinho), Uneb, Giesco e Unesco e conta com apoio da Valexport, Instituto do Vinho, Facepe, IF Sertão-PE, Capes e CNPQ.

Dois dias após o seminário internacional em Petrolina, será a vez do município de Bento Gonçalves (RS) receber o 39° Congresso Mundial da Vinha e do Vinho. O encontro acontecerá de 23 a 28/10.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome