Em Petrolina, Frente das Oposições destaca “governo equivocado” de Paulo Câmara e ressalta união para propor “nova agenda”

2

O ato político da Frente das Oposições ‘Pernambuco Quer Mudar’, encerrado no início da tarde deste sábado (27) em Petrolina, não trouxe nenhuma novidade além daquilo que já se esperava: a tônica do evento foram os inflamados discursos e as críticas à gestão do governador Paulo Câmara (PSB). Em alguns discursos bem mais contundentes, o socialista foi tachado de “fraco, frouxo e mentiroso”.

Realizado no espaço do Coliseu Hall, na Vila Eduardo, zona leste da cidade, o evento mostrou a força do grupo ao reunir milhares de pessoas – muitas delas vindas em caravanas de outras cidades do Sertão. Vários prefeitos, ex-prefeitos, deputados e lideranças sertanejas e do Agreste também aguardavam os integrantes do bloco, que foram ovacionados pelo público na chegada ao Coliseu Hall, em meio ao calor insuportável do recinto.

Somado às críticas a Paulo, o tom das oposições foi sempre o do clamor pelas mudanças, diante do “governo equivocado e sem comando” do atual gestor. Um vídeo de poucos minutos, mostrando números negativos do governo estadual, a exemplo dos 5,4 mil homicídios (só em 2017) e da taxa de 18% de desemprego no Estado, foram exibidos ao público para reforçar a necessidade de uma “nova agenda”.

No entanto a união do grupo não deixou de ser colocada em nenhum instante, nem pelo anfitrião do evento, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), nem pelos demais cotados a receber a indicação das oposições para enfrentar Paulo nas eleições deste ano – o senador Armando Monteiro Neto (PTB), o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), e os ministros Mendonça Filho (DEM) e Fernando Filho (sem partido). Até chegar a um consenso, a Frente ainda deverá realizar um ato público semelhante ao de Petrolina em Caruaru (Agreste), no próximo dia 3 de março, e provavelmente em outro município da Zona da Mata.

2 COMENTÁRIOS

  1. José Francisco da SILVA as criticas acusação da oposição ao governo;é ciosa do passado;o eleitor de hoje que saber; o seu projeto politico; contribui para as mudanças que o Brasil e sus gente estão precisando quem desejar ser eleito; vai ter que ir ao encontro de eleitor o seu projeto eleitoral

  2. A surpresa de fato e a presença e união dos mesmos que estiveram em 2014 junto a Paulo Câmara, derrubaram o governo da ex presidente Dilma, atualmente ajudaram o governo do temoroso a votar a reforma trabalhista, estão propondo a reforma da previdência, a venda do sistema energia, o pré sal, querem propor uma nova saida para o povo Pernambucano. E brincadeira gente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

9 − 7 =