Em confraternização com imprensa e convidados, Lucas Ramos diz estar buscando candidatura a federal e sonha até com majoritária

4

Na tradicional confraternização de fim de ano com a imprensa e correligionários, realizada na tarde desta sexta-feira (15) na chácara do empresário Chico Pé de Louro, área ribeirinha de Petrolina, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB), antecipou seu provável futuro em 2018: disputar uma vaga na Câmara Federal.

Ao lado de familiares do líder comunitário Juvêncio da Gama (falecido este ano), a quem dedicou o evento deste ano, o socialista deixou claro o que já corria há muito nos bastidores políticos de Petrolina.

Nos próximos projetos, eu antecipo que não sei se haverá renovação do mandato de deputado estadual. Quem sabe, e estou construindo isso, um projeto pra gente disputar um mandato de deputado federal, sim. Seria uma oportunidade que a gente teria de ajudar nosso Estado, de ajudar as cidades de outra maneira, mais perto dos ministérios, cobrando do presidente da República as ações, porque é lá (em Brasília) onde a maior parte dos recursos está disponível”, afirmou Lucas.

Críticas

O socialista criticou o atual modelo federal de gestão, que considera falido. “O governo federal continua com quase 80% do que é arrecadado, e os Estados e municípios sempre minguando, tentando sobreviver, vendendo o almoço pra comprar a janta. E não é isso que a gente quer, não é esse modelo de Brasil que queremos”, avaliou.

Lucas ressaltou, com todas as letras, que vai em busca da “abertura de novos caminhos”, e se diz pronto a enfrentar qualquer desafio. Ele disse que a exceção fica por conta do cargo de senador, o qual a lei o impede de pleitear por conta da idade. “A lei eleitoral exige que se tenha no mínimo 35 anos. Eu só tenho 31. Então tenho que esperar mais um pouquinho. Mas é meu trabalho que vai me credenciar a ser deputado estadual novamente, a ser deputado federal ou a sonhar com uma vaga na majoritária. Quem saber o Sertão ofereça ao governador Paulo Câmara a chance de ter um representante como vice governador? Não sei. Eu entrego a Deus e quero o que ele quiser pra mim”, ponderou.

Lucas finalizou seu discurso agradecendo a alguns aliados, a exemplo dos vereadores Domingos de Cristália (PSL) e Major Enfermeiro (PMDB), que prestigiaram sua confraternização, além do prefeito de Paulista (PE), Júnior Matuto (PSB) e alguns líderes comunitários.

4 COMENTÁRIOS

  1. Menino sonhador. Sonhar não paga imposto e nem faz mal pra saúde. Esse ai não renova nem o mandato a estadual imagina algo maior. Se contenta com o que Eduardo Campos te deu.

  2. Algumas pessoas não acompanham os trabalhos realizados pelos políticos da sua região. Fazem críticas sem conhecimento e ainda acham que sabem votar

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

oito − 7 =