Em coletiva, Raimundo e Socorro Pimentel oficializam apoio a Marília

por Carlos Britto // 12 de agosto de 2022 às 13:58

Foto: Instagram/reprodução

Numa entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (12) no Paço Alfândega, no Recife, o prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel e a esposa e candidata a deputada estadual, Socorro Pimentel oficializaram o apoio à candidatura de Marília Arraes (SD) ao Governo de Pernambuco. O casal, até poucos dias atrás, estava no palanque do candidato Miguel Coelho (UB), adversário de Marília.

Primeira a falar, Socorro comentou sobre suas bandeiras de luta: as mulheres e crianças. E prometeu trazer para a campanha de Marília “a força da mulher do Sertão para se somar com a das mulheres de todas as regiões do Estado”.

O discurso mais contundente ficou por conta de Raimundo Pimentel. Ele conclamou todos os prefeitos do Estado que sofreram na pele as “perseguições e maus-tratos” por parte da gestão socialista, nos últimos oito anos, a marcharem com Marília. “Todos os prefeitos que tomaram rumo diferente, a partir de 2014, foram tratados a pão e água pelo Governo de Pernambuco”, declarou. Segundo Pimentel, Araripina sofreu ainda mais porque ele teve coragem de denunciar essa prática.  Ele lembrou ainda que, nesse ano, teve o mesmo posicionamento que a candidata a governadora em relação ao então novato Paulo Câmara (PSB). “Oito anos depois, o resultado está aí. Pernambuco perdeu o protagonismo, inclusive no Nordeste”.

Sobre a decisão de trocar o palanque de Miguel pelo de Marília, Pimentel argumentou que sempre deixou claro sua defesa por uma união de forças entre a oposição, o que acabou não acontecendo. E aproveitou para enaltecer a destreza de Marília em aglutinar aliados. “Estou aqui para ser um carregador de piano, um soldado”, declarou.

Recado

Visivelmente gripada, Marília pediu desculpas aos presentes à coletiva, mas afirmou que não poderia faltar numa ocasião tão importante. Enaltecendo o casal Pimentel, ela afirmou que a postura de ambos vai ao encontro do que ela defende para o povo pernambucano, baseado no projeto de eleger pela terceira vez Lula à Presidência da República. “Nós não estamos disputando a figura de Lula. Defendemos o mesmo que ele defende para o país, que é a volta dos empregos, a segurança, a saúde”, frisou.

O recado, pelo que se percebeu, foi endereçado a Raquel Lyra, outra adversária da favorita nas pesquisas de opinião. Raquel afirmou, nessa semana, que seus oponentes disputam para ver quem é mais amigo de Lula ou do presidente Jair Bolsonaro (PL), que tenta a reeleição. “Quem diz que Lula é uma foto bonita, está sendo leviano com o povo de Pernambuco”, rebateu.

Socialistas

Marília também não poupou de críticas o PSB do candidato Danilo Cabral. Além de detonar a falta de foco e de investimentos nos dois mandatos de Paulo Câmara, aliado de Danilo, ela lamentou a propagação de fake news que já começaram a se espalhar (a exemplo da eleição municipal de 2020)  e que ela disse já estar combatendo por meio do seu corpo jurídico. “Isso é desespero de quem está prestes a perder o poder”.

Sobre novas adesões, a candidata se esquivou ao justificar que não trata aliados “apenas como números”. Mas o candidato a vice de Marília, Sebastião Oliveira (Avante), assegurou que o grupo irá aumentar nos próximos dias.

Em coletiva, Raimundo e Socorro Pimentel oficializam apoio a Marília

  1. Snoop disse:

    PT nunca mais!

  2. Cleber disse:

    Abandonaram o galeguinho, hum, entrando água, pulam fora.

  3. Fora esquerdistas disse:

    Visivelmente gripada e sem máscara, depois o presidente que é irresponsável, né! Esses comunistas são uma piada…

  4. FORA COMUNISTAS! disse:

    PTRALHAS NUNCA MAIS!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.