Em ato com Haddad, Paulo Câmara e família Campos são vaiados

14
(Foto: Guga Matos/JC Imagem)

Em ato de campanha neste sábado (22), no Recife, junto com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), o governador Paulo Câmara (PSB) foi vaiado ao começar a discursar no palco montado na Praça Maciel Pinheiro, no centro da capital pernambucana. Também presentes na agenda, a viúva do ex-governador Eduardo Campos, Renata Campos, e do seu filho João Campos, candidato a deputado federal, também foram vaiados ao serem citados no discurso de Haddad.

Diante das vaias, o governador iniciou o seu discurso exaltando a aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a utilizar o discurso da Turma de Temer. Antes mesmo de se dirigir aos militantes, o socialista foi vaiado também quando o senador Humberto Costa (PT) afirmou que ele seria eleito e durante a fala da candidata a vice-governadora, a deputada federal Luciana Santos (PCdoB). (Fonte: Blog do Jamildo)

14 COMENTÁRIOS

  1. Não è possível que ainda tem gente racional, em sã consciência e de “graça” , que vote em alguém deste partido! Misericórdia de nós! Foi comprovado por A+B que saquearam os cofres públicos, nos deixaram á Mercer, muda Brasil de Verdade! Chega de tanta falácia e roubalheira por parte do pt e seus aliados! Agora è a vez do ficha limpa 17! Vamos mudar!

    • Um candidato ter “ficha limpa” após 27 anos na câmara com a aprovação de apenas dois projetos e ter colocado toda a família para mamar nas tetas do Estado é uma condição necessária para ser presidente. Nao diferencia dos demais que estão disputando, todos são considerados ficha limpa pelo STE. Contudo, não é condição suficiente. Um presidente deve saber dialogar com a sociedade, saber como resolver os diversos tipos de dificuldades existentes, ter um plano de desenvolvimento nacional, com redução de desigualdades. ELE não sabe diferenciar o 0 do O, para tudo tem como solução colocar um militar para fazer a atividade, ou seja, quer a volta da ditadura… o Brasil já viveu a ditadura e não quer mais isso. Precisamos ignorar os extremistas e seguir nosso caminho com escolhas de centro.

  2. A cegueira política que tomou conta desse país é incrível,repetem o discurso da globo,falam em nome da família e defendem um torturador confesso,esse povo precisa conhecer uma blibioteca ou tão somente um livro

  3. 17 e o ódio
    E 13 é o responsavel por ter colocado o Brasil a beira do abismo estão querendo transformar o país em ruínas
    Com essa cultura perversa de achar que sem trabalhar há de chegar a algum lugar
    Ninguém tem a coragem de pregar que o desenvolvimento vem com trabalho e que a população tenha que trabalhar e os governantes zelar do dinheiro publico

  4. O que os petralhas chamam de golpe na verdade foi a salvação da seita .
    Não assumindo que a situação que passa brasil tenha cído causada por eles , o Brasil não teve avanços mas não piorou nesses 2 anos
    Quem não lembra dos governos Dilma, quero ver onde vai
    Quem carrega a carga são os que trabalham

Deixe uma resposta para Renan da Costa Cancelar resposta

Comentar
Seu nome