Durante giro no Sertão do Araripe, Armando propõe parceria com o Ceará para reduzir problemas de saúde na região

1
(Foto: Léo Caldas/Divulgação)

Em giro por cidades do Araripe na última quinta-feira (6), o candidato a governador pela Coligação ‘Pernambuco Vai Mudar’, Armando Monteiro (PTB), propôs uma série de medidas para solucionar a questão da saúde, como a formação de uma rede de atendimento combinando esforços entre Pernambuco e Ceará.

Nós temos que solucionar esse problema. Por falta de estrutura no Hospital Geral de Ouricuri, as pessoas estão indo para Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, no Ceará. Podemos trabalhar para criar uma rede com o Ceará e, juntos, melhorar a saúde“, disse Armando, logo após visitar, em Exu, o Parque Aza Branca, onde fica o Museu Luiz Gonzaga, em homenagem ao Rei do Baião.

Armando salientou que a UPA de Ouricuri, a única inaugurada no atual governo, não funciona integralmente. “É preciso colocar a UPA para funcionar com a carga completa. Vamos tratar de completar as obras que não foram concluídas em vez de fazer novas promessas“, destacou, ao lado dos candidatos ao Senado Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB), do deputado federal Fernando Filho (DEM), do ex-prefeito de Exu Jailson Bento, da deputada estadual Socorro Pimentel (PTB) e dos prefeitos de Araripina, Raimundo Pimentel (PTB), de Bodocó, Tulio Alves (DEM), de Petrolina, Miguel Coelho (PSB) e de Serrita, Erivaldo Oliveira (PSD). “Esse tipo de parceria entre Estados já existe em Petrolina e em Juazeiro, na Bahia“, enfatizou Socorro.

Em Bodocó, onde participou de uma carreata e de um ato público, com a presença ainda do ex-prefeito Brivaldo Alves, Armando criticou o estado das rodovias estaduais na região. “Pernambuco inteiro é assim. Mas aqui no Araripe parece que é ainda pior, prejudicando as pessoas e a economia, já que o polo gesseiro sai prejudicado”, apontou. “Aqui em Bodocó temos o retrato da falta de compromisso do governo. A ponte da PE-545 foi afetada pelas chuvas em abril e até agora nada foi feito”, prosseguiu.

Segurança

Sobre a segurança, Armando reafirmou que o que falta em Pernambuco para que as famílias possam ter paz é comando. “Vamos para a linha de frente para combater os bandidos. Isso já foi feito com o ex-governador Eduardo Campos e a criminalidade diminuiu. Não vou ficar colocando a culpa na crise”, enfatizou o candidato, pouco antes de um encontro com lideranças em Ipubi.

1 COMENTÁRIO

  1. Se insistir na manutenção dessa rede PEBA, vai perder meu voto. É só enganação. É uma atitude do Governo de Pernambuco de lavar as mãos e não investir na saúde do Sertão. Tem que acabar com isso e construir novos hospitais em Petrolina e região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome