Duplicação da Avenida Sete de Setembro pode ser entregue no aniversário de Petrolina, acredita Prefeitura

por Carlos Britto // 09 de julho de 2018 às 15:32

Obra de duplicação da Avenida Sete de Setembro. (Foto: Jonas Santos/Ascom PMP/Divulgação)

Com as obras 60% concluídas, a duplicação da Avenida Sete de Setembro poderá ser entregue em setembro próximo, mês de aniversário de Petrolina. As equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estão realizando os serviços de base da rodovia, enquanto já começaram a instalação da barreira de concreto (New Jersey) que vai dividir as quatro faixas da via.

A obra, que começou em janeiro deste ano, ganhou novo ritmo após a visita do ministro Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, no mês passado. Até agora já foram feitos os cortes abertos para as duas novas faixas e a aplicação da Brita Graduada Tratada com Cimento (BGTC), enquanto que a camada de Brita Graduada Simples (BGS) está sendo concluída, da mesma forma que o aterro da área da lagoa de estabilização de esgoto. Além da conclusão da fixação da barreira New Jersey por quase toda a extensão da pista, ainda vão ser realizados os serviços de drenagem, sinalização e acabamento da via.

Duplicação

A obra de duplicação da Avenida Sete de Setembro está orçada em quase R$ 7 milhões. A ideia é oferecer mais mobilidade para quem trafega pelas rodovias de entrada e saída da cidade, além de promover um melhor acesso a bairros importantes como o José e Maria, Areia Branca, Dom Malan, Centro, Caminho do Sol, Vila Eulália, Jardim Maravilha e Gercino Coelho. A nova Sete de Setembro ainda vai se integrar com dois novos viadutos, orçados em cerca de R$ 18,9 milhões e que começam a ser construídos ainda este ano, formando um novo complexo viário a fim de desafogar o trânsito na zona norte da cidade.

Duplicação da Avenida Sete de Setembro pode ser entregue no aniversário de Petrolina, acredita Prefeitura

  1. Defensor da Liberdade disse:

    Estragaram a avenida com essa obra desnecessária, essas divisórias não são nada estéticas, o máximo que deveriam ter feito era uma obra de paisagismo ali. Os viadutos eram necessários, mas essa duplicação não. Trafego todos os dias ali, inclusive em horário de pico, e o fluxo está normal, mesmo dividindo a pista com veículos maiores.

    1. Jair Messias Bolsonaro disse:

      Pensando apenas no presente você está correto. Todavia, para não repetir o erro de outras grandes/médias cidades, esse tipo de obra é importante para o trânsito que existirá daqui a alguns anos. Petrolina está aumentando a população, bem como as cidades próximas.

  2. Costa disse:

    Vai ficar parecido com avenida Brasil no RJ, do que a divisória lá serve para a polícia se abrigar dos tiros de fuzil dos bandidos, aqui seria melhor outra alternativa paisagistica no lugar.
    Horrível aquele divisor de concreto.

  3. Henrique Rosa disse:

    A obra chegou na hora certa. Muito providencial. Ninguém suportava mais o engarrafamento.

  4. Henrique Rosa disse:

    A obra chegou na hora certa. Muito providencial.

  5. Cicero disse:

    ENQUANTO ISSO juazeiro CONTINUA ESTREITA, ESCURA, SUJA…

  6. . disse:

    Espero que as pontas também entrem nessa duplicação pois o trecho da rotatória do ponto de apoio/Posto São Francisco se tornará caótico se essa duplicação não for ate o final. igualmente a rotatória do trevo.

  7. Sanfranciscano disse:

    Como dito acima, pode ser que hoje não seja tão necessária, mas a obra é prevendo o futuro, pois daqui a 10, 15 anos o volume de veículos em Petrolina vai aumentar muito. Basta ver o caso do Viaduto Barranqueiro, no governo de Diniz Cavalcante, que foi feito em uma época que a cidade tinhas quase nenhum veículo. Assim como foi a duplicação da Av Monsenhor Ângelo Sampaio na época do primeiro mandato de prefeito de Fernando. O exemplo maior foi a decisão de Dom Malan em construir a Catedral Sagrado Coração de Jesus em 1924, quando aqui chegou, que foi muito criticado por poucos petrolinenses contemporâneos que diziam que o futuro templo regilioso era grande demais para diminuta população da cidade. Foram obras feitas por governantes que pensaram grande, futurista. Que venham outras duplicações!!!

  8. Dodo disse:

    Olhando para o lado futurista da cidade, foi bem implantado esse projeto, gostaria que as vias laterias q está sendo utilizado por nós enquanto não conclui essa obra, fosse reencapado após a conclusão. Pois as mesmas já estão se deteriorando, buracos se formando e lombos de asfalto crescendo, dificultando o nosso tráfego na via.. seria otima.

  9. Antonio disse:

    Tudo bem, tudo bonito mas se não fizer os viadutos não adianta nada pós os engarrafamentos e nós retornos

  10. Amaral disse:

    Está ficando ótima . Parabéns aos envolvidos

  11. Luciano Valença disse:

    Absurdo dizer q entrega a obra da sete de setembro este ano, amigos e amigas são necessários viadutos para que hajam mobilidade urbana não somos burros se não haver as construções de viadutos de mobilidade na sete de setembro realmente a omissão, deslecho, de todos os poderes sejam executivo, legislativo e judiciário, porque aumentar duas faixas na sete de setembro sem haver mobilidade de acesso realmente é VERGONHOSO

  12. G.A disse:

    Parabéns a prefeitura e a todos os envolvidos, visando o presente e o futuro de Petrolina.

  13. JADILSON FIUZA AZEVEDO disse:

    Pensando no futuro… Quanto no presente pessoas moram sem saneamento nas ruas do dom Avelar… Fazendo obra necessária Ta certo, mais cade a qualidade de vida no quisito saneamento e pavimentação se ruas onde ainda é terra batida?
    Olha politica precisa saber atender as necessidades em sua escala de priori e necessidades!
    Sem mais no futuro espero da vivo para ver essa obra valer a pena.

    Nao esqueçam uma passarela pois muita gente atravessa essa pista, pode ser atropelada pelo vento!

  14. Francisco disse:

    O preço dessa obra foi o adiamento do processo contra TEMER na Câmara Federal. O nome da avenida deve ser mudada para Avenida da Impunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.