Dr. José Mendes: Estado “deu as costas” para saúde em Petrolina

por Carlos Britto // 17 de abril de 2009 às 19:10

Em meio à atual crise que atinge o sistema de saúde em Petrolina, o secretário municipal da pasta, Dr. José Mendes, falou ao Blog. Ele afirmou que a prefeitura simplesmente não dispõe de recursos para investir na melhoria do setor e que o Governo do Estado “virou as costas” para a saúde do município.

Um dos alvos das críticas contra o Governo Lóssio diz respeito ao fechamento da Clínica da Dor. Segundo dr. Mendes, essa foi a única saída para não ser obrigado a ter de fechar algum leito de UTI.

Em relação ao Hospital de Urgência e Traumas (HUT), dr. Mendes fez apenas uma única comparação. Disse que quando foi inaugurada, a unidade consumia 12 mil reais por mês da prefeitura. Hoje consome 150 mil reais. “O Governo do Estado não dá um real para o Hospital de Traumas”, informou.

Questionado sobre a substituição de dois profissionais do Traumas – Davi Moura e Joaquim Bedor – por outros de fora da região, dr. Mendes disse não se preocupar com essa questão. “Estamos preocupados é com a excelência da gestão, não se eles são daqui ou não”.

Dr. Mendes lembrou também o fato de que muitos médicos estão passando em concursos públicos e deixando Petrolina, com a conivência do Governo do Estado. A necessidade da realização de um concurso na região é inclusive uma das reivindicações do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe).

O secretário disse também estar ciente da precariedade nos postos de saúde, mas não há o que fazer porque a secretaria não tem como estruturá-los.

Quanto ao Hospital Dom Malan, dr. Mendes criticou a municipalização da unidade médica em 1993. Até então o HDM era administrado pelo Estado. “Petrolina deu um tiro no pé quando municipalizou o Dom Malan”, afirmou.

Dr. José Mendes: Estado “deu as costas” para saúde em Petrolina

  1. KOPI ANDU disse:

    Paciência Dr. Mendes. Deus achará uma forma da nossa saúde melhorar um dia. Não é culpa sua nem de Julio e sim de um sistema chamado SUS.

  2. Arrependido pelo voto disse:

    Meu Deus! Onde eu estva quando votei nessa equipe. Jogaram a toalha com essa entrevista.

  3. Petrolina disse:

    Olha existem médicos PQD. Para Qualquer Doença. Na Bolívia.

  4. Sydbarret disse:

    Reclamar é fácil.

    Quero ver é algum secretário de Julio Lost trabalhar, pois até agora só vi reclamação e jogo de empurra empurra.

    Essa conversa de culpar o estado já não cola mais aqui.

    Acorda Prefeitoooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Cadê???? disse:

    Eita amigos cadê a Nova Petrolina, diziam-me que a nova Petrolina tinha Governador e Presidente e onde foi parar este apoio todo?
    Um dia nosso povo vai acordar e perceber a m….. que fizeram, agora vou roubar as palavras de MARCOS ANTONIO, é tomar suco de maracujá mesmo pra se acalmar com tanto inexperiência e falta de apoio, afinal vcs virão aquele prefeito “verdinho”, será que já ta perto de amadurecer? amadurece rápido se não vai passar tão rápido o tempo que vc nem vai perceber que é prefeito de Petrolina, e este Dr mendes, fala que o estado virou as costas, afinal quantas vezes ele falau com o governador, meu caro secretário o povo de petrolina não vai errar duas vezes não, se vc não tem capacidade de articulação pra ir até o governo e negociar ajudas, entregue o cargo ou então estamos é morto.

  6. Opara disse:

    Dr. Mendes… desculpe eu dizer isso, mas pede para sair. Se não tem condições… dê a oportunidade a outro que tenha. Quanto a municipalização, nada mais correto foi feito. Petrolina precisa tomar conta dos serviços que são prestados aqui. Quanto a falta de repasse de verba do governo estadual… é uma vergonha que o MP não tenha entrado na justiça contra o Estado e a União. Cabe à Petrolina passar a atender somente os cidadãos petrolinenses. Sei que é inconstitucional, mas é a única forma de prestar um serviço de qualidade. Pelo menos, vai criar um caso que será debatido na imprensa, e certamente, o Estado e a União serão colocados na parede. Petrolina não é para pessoas que pensam pequeno. Mesmo assim, ainda acredito na Administração de Júlio Lóssio.

  7. Opara disse:

    Caro Sybarret…. ninguém é criança aqui. Claro que o Estado está querendo inviabilizar a administração de Júlio Lóssio. É vergonhoso isso. Porém, para isso existe o MP… só que essa instituição também só sabe cobrar do Município… como se o Estado e a União não fossem responsáveis pela saúde pública prestada em nosso município, principalmente porque Petrolina atende muitos pacientes de outros municípios de Pernambuco, bem como de outros Estados da federação. O jeito é fechar o hospital para quem n

  8. Opara disse:

    cont…
    para quem não mora em Petrolina. Se o Estado e a União não estão respeitando a Constituição por que Petrolina é obrigada a respeitar?

  9. Opara disse:

    Os abutres agourentos estão feliz da vida com essa entrevista. Estão esperando a carne apodrecer para saciar a fome da inveja. Já falei e volta a falar… se vcs fizerem um curso no SENAI, é quase 100% de certeza que arrumaram um emprego decente. Não vão precisar esperar mais 4 anos. Eu acredito na NOVA PETROLINA.

  10. Mara disse:

    Discutir o óbvio, contestar é rídiculo, estes apaixionados por uma gestão desastrosa, incompetente, eu queria que fosse gonzaga cometendo estes erros que voces estavam de pau. PARCIAIS, Babões, reconheça o desastre deste prefeitinho do tamanho de vcs

  11. Mãe Diná disse:

    Eu já disse: Paguem o IPTU em dia que terá receita logo logo.

  12. Mãe Diná disse:

    Me desculpe o secretário e toda a equipe do governo, mas o Dom Malan foi municipalizado na 1ª gestão de Fernando e os resultados vim refletir hoje praticamente 20 anos depois é um pouco estranho….

  13. Mãe Diná disse:

    Eu não entendo é como Petrolina teve ações positivas até o dia 31 de dezembro. De lá para cá começou a choradeira … Será que perderam a chupeta?

  14. Mãe Diná disse:

    Mas, ainda voltando ao tempo vamos perceber também que o candidatíssimo a deputado federal Guilherme Coelho fechou o Dom Malan por 3 meses e ainda foi contra a abertura do Traumas (em crítica a Odacy na Emissora Rural no ano passado).

  15. Mãe Diná disse:

    Sugestão: Na verdade o que precisa é Júlio e sua equipe ter humildade e procurar o governo estadual e federal não como adversário (Jarbas, Marco Maciel e Guerra) mas como aliado. Afinal quem precisa mostrar serviço é ele e não Lula e Eduardo que vem fazendo isso muito bem.

  16. Na Tampa disse:

    Eu já disse e repito: Cadê a humildade? Vai lá, negocia com quem tem o poder. Infelizmente é assim. Todos fazem assim. O que não pode é deixar a população morrer desassistida. A administração não começa com o dinheiro na mão. Ela inicia desde a busca dos recursos financeiros e humanos. Agora se já busca mal os recursos humanos, como conseguir as outras coisas?
    Revisa tudo, porque do contrário vai ter que entregar a administração antes do tempo.
    Esta história de M.P. não resolve nada. A questão é política. Eu me lembro que quando Fernando foi prefeito, Sarney era presidente e Joaquim Francisco governador. À Petrolina se negavam pão e água. A força contrária no município era gigantesca. O que fez o Fernando? Foi la ao pé do altar, argumentou, negociou apoio e conseguiu superar tudo. É uma questão de competência de garra. Naquela época, Fernando não tinha correligionário no poder e por isto não tinha porque ir atrás deles. O bolo financeiro era criado de forma centralizadora na mão do governo Federal e estadual. Ao municipio cabe somente uma migalha. Hoje até que melhorou um pouco. Vamos cerrar argumento de que o Prefeito tem que se desdobrar em buscar recursos financeios. Antes ele tem que reformar seu secretariado, do contrário estamos perdidos. Eu acho que já há uma melhora. Reduziram a capenga estrategia de buscar bode espiatório na administração anterior. Descobriram, batendo-se contra as paredes que com denúncias vazias e equivocadas não se resolve nada. Já começa sobrar tempo para trabalhar. Há um dito popular de que quem não tem competência não se estabelece. Provem a competência porque Petrolina é exigente e cobradora.

  17. José João da Silva disse:

    Dr. Julio e sua equipe não têm o direito de criticar os governos de Lula e de Eduardo Campos, por falta de apoios à saúde. Ele é da oposição, quando era candidato sabia que, se eleito, iria governar com os recursos das transferências constitucionais, pois, não tem deputados para lhe oferecer emendas do OGU. Lamentavelmente enganou o povo, ao ponto de votar num louco, sem apoios governamentais, sem experiência. Renuncie, Dr. Julio, mas, leve com o senhor, seu vice que também é inexperiente e não tem apoios para o exeercício desse mandato. NOVA ELEIÇÃO PARA PREFEITO DE PETROLINA, JÁ….

  18. Cadê???? disse:

    José João da Silva seu posicionamento é o mais coerente, mais sabe quantas vezes isto vai acontecer pra nossa tristeza….nunca. Prefeito Julio mostre sua humildade que tanto maquiou na campanha e corra atrás do governo federal e estadual pra salvar esta cidade.

  19. ABROLHOS disse:

    O DINHEIRO PRA FINANCIAR A SAÚDE EXISTE!
    A culpa é nossa em ficar se digladiando e achando que um ou outro se fosse eleito resolveria a situação! TUDO BOBAGEM!
    Enquanto não assumirmos o controle em saber que somos os financiadores da corrupção e que a grande maioria espera uma oportunidade pra fazer parte da festa, nunca se resolve.
    Somos patrocinadores do parlamento mais caro do mundo quando comparado com o PIB e a renda per capita do nosso país.
    O SENADO E A CÂMARA GASTAM R$ 16,4 MILHÕES POR DIA; MAIS DE R$ 11,4 MIL POR MINUTO. SIGNIFICA UMA DESPESA DE R$ 190, A CADA SEGUNDO!
    Aqui em Petrolina como no resto do país, a grande maioria das pessoas apóia e financia campanha política para benefício próprio e não da coletividade. Cada um que espera seu coligado para receber um cargo por amizade, mas não por competência.
    Metade da população do país concentra-se entre o Norte e Nordeste e recebe menos investimento do governo federal na saúde que as regiões mais ricas, que poderiam receber menos. Mas, os “homens políticos do Nordeste” incluindo nosso magnífico presidente, enxergam um palmo à frente do nariz e analisam seu próprio umbigo e vaidade.
    É difícil acreditar em alguém com integridade moral e ética que se disponha para beneficiar a população de Petrolina, sem antes vislumbrar quão grande será a engorda do seu próprio bolso e patrimônio.
    Após um mandato político, muitos patrimônios são acrescidos em plena luz do dia: dos políticos, dos que ocupam cargos políticos ou dos patrocinadores da política.
    Os médicos que trabalham na saúde pública e a população que depende do SUS (80%) ficam assistindo boquiabertos esperando um bom político para mudar a situação!
    Tenhamos todos vergonha e lutemos pela dignidade perdida! Vamos exigir dos nossos funcionários (nossos parlamentares) os quais pagamos para trabalhar em benefício de todos, que ajustem as contas milionárias do enriquecimento ilícito e separem o percentual necessário para construir o sistema de saúde como deve ser feita. Caso contrário, serão demitidos ou até presos por crime do colarinho branco!
    Vamos começar aqui em Petrolina, construindo um PRESÍDIO BONITO E DE PAREDES BRANCAS, para os criminosos ligados à política e para os POLÍTICOS DE COLARINHO BRANCO QUE NÃO RESPEITAM O BRANCO DA SAÚDE E DA MEDICINA!
    Vamos enxergar além!
    Vamos nos unir!
    Vamos mudar essa situação!

  20. A propósito... disse:

    Mara, vc é a mesma que foi candidata a vereadora e obteve 192 votos?

  21. Pe. Antonio Moreno disse:

    Conheço Dr. José Mendes, sou mesmo seu amigo. Aqui falo como cidadão. Sei que ele tem boa vontade e tem competência para exercer o cargo. No entanto, não se resolve uma questão tão seria quanto a saude, apenas com boa vontade e competência profissional. Ó problema da saúde em Petrolina é um problema antigo. Não surgiu agora. Inclusive ouvi algumas pessoas justificarem o voto em Dr. Júlio por ele ser médico e charem que ele ressolveria o problema.
    Gerir a saúde na região e resolver os problemas sem recursos, é praticamente impossível. Quando o Secretário fala que o Governo do Estado “virou as costas” para a saúde do município, creio que não esteja responsabilizando apenas o atual governo, pois sabemos que Jarbas governou o Estado recentemente. E não acredito que um Governo responsável queira inviabilizar a gestão atual.
    Se o Município não tem recursos para gerir e resolver os problemas da saúde (que na realidade é uma questão regional e não só municipal), a busca da solução não pode se ater só ao Secretario de Saúde. É uma ação que exige uma mobilização dos órgãos e gestores das esferas municipais, estaduais e federais, do legislativo e do executivo. Todos têm obrigação de se unirem e buscarem uma solução para a falta de recursos para a saúde de Petrolina, pois não se trata apenans de um problema de boa ou má gestão. Precisa-se de recursos… Nós já pagamos impostos até demais. Eles devem ser distribuidos de acordo com as necessiades dos setores e das regiões. E para isso, é fundamental uma ação politica firme e decidida.

  22. Sarcástico disse:

    A culpa é da chuva.

  23. Amo petrolina disse:

    QUANDO UM GESTOR DA SAÚDE CHEGA A DIZER QUE “a prefeitura simplesmente não dispõe de recursos para investir na melhoria do setor”, ESTÁ ENTREGANDO OS PONTO (SÓ FALTA ENTREGAR O CARGO). COITA DOS QUE IRÃO NECESSITAR DOS SERVIÇOS DE SAÚDE OFERECIDOS PELO MUNICÍPIO. É MELHOR PLANTAR UM CANTEIRO COM ERVAS MEDICINAIS, COMPRAR UM LIVRO DE REZAS E BENZEDURAS E CONFIAR AINDA MAIS EM DEUS E NOS SEUS SANTOS PROTETORES, PORQUE NESTES AÍ… CREDO EM CUZ, ROSÁRIOS BENTO!

  24. ATENTO disse:

    Quando algo se inicia errado, não tem como dá certo no final. A escolha do secretariado de Julio Lost foi um desastre. Pessoal inexperiente, sem conhecimento de causa. Trouxe para Petrolina derrotados em outros municípios. Resultado: a educação parada; saúde, sem atendimento adequado; serviço público: buraco, sujeira, falta de iluminação onde se passa. Isto só para citar as secretarias principais. Antes a culpa era de Odacy, agora é do Governador… e o tempo passando, os problemas se avolumando e o prefeito em Brasília, no mínimo, saboreando um bom uisque com Jarbas e Guerra, vejam as peças que ele foi procurar. Minha gente, é muita incompetência para um prefeito só!

  25. o falador disse:

    Como havia vaticinado em comentários anteriores a saúde desse município encontra-se num caos profundo, e quando o secretário de saúde vem a público e fala que tudo esta perdido e irremediávelmente sem rumo o que podemos pensar? simplesmente o mesmo jogou a toalha. Atenção LOST você foi eleito para trabalhar principalmente pela saúde da população e me arrisco a dizer que no momento esse é o seu calcanhar de aquiles, o próprio secretário admitiu que não tem como resolver os problemas, você vai endossar o que foi dito? não existe solução? venha a público e se posicione.

  26. Danilo disse:

    E AGORA DR MENDES, A POPULAÇÃO TEM CULPA… EM NÃO SER CAPAZ DE TRAZER RECURSOS PARA PETROLINA? A POPULAÇÃO DE PETROLINA JÁ TEM UMA ASSISTÊNCIA DE PÉSSIMA QUALIDADE QUE VEM SE ARRASTANDO DESDE GESTÕES ANTERIORES, MAS FICAR PIOR OU NÃO MELHORAR É NO MÍNIMO LAMENTÁVEL, LOGO NA GESTÃO DO “PREFEITO DA SAÚDE” PARECE PARADOXAL MESMO. RAPADURA É DOCE MAS NÃO É MOLE NÃO MENDES, SE NÃO É CAPAZ PASSE O BASTÃO PARA OUTRO , NÃO QUEIRA PREJUDICAR O POVO DE PETROLINA COM SUA INCOMPETÊNCIA, COM SAÚDE NÃO SE BRINCA, DR JÚLIO TEM POR OBRIGAÇÃO MELHORAR A SAÚDE DE PETROLINA, PROMESSA DE CAMPANHA , NÃO VIMOS NENHUMA MELHORIA ATÉ AGORA, SÓ RETROCESSOS.

  27. A música original:
    Agora Petrolina avança (15)
    Chegou a hora da mudança (Júlio)
    Em Dr. Júlio boto fé
    Niguém segura quando o povo quer.
    Agora…
    Paródia da música de campanha que vem sendo cantada por aí:
    Agora o buraco avança (15)
    Chegou a hora da cratera (Júlio)
    O seu carro vai quebrar
    E pro moto-taxi você vai ligar

  28. Cássio Petrolina disse:

    O POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE!! Todos esses problemas foram previstos, caso, esse governo de principiantes chegasse ao poder, era muito visível tal desastre, mas, o povo, preferiu não dá oportunidade a um candidato que já vinha demonstrando conhecer dos problemas da cidade, três vezes candidato, bem articulado, com apoio dos governos federal e estadual, preferiram o preconceito grande ao candidato e acreditarem em boatarias!! Agora tdo é mais difícil!! Quanta incompetência!! Kdê o Prefeito da SAÚDE? Kdê o Prefeito que iria despachar no Dom Malam? Quanta enganação! Quro só ver mesmo, quando é que a classe médica de Petrolina vai querer ver saúde pública de Petrolina BEM!! NUNCA! Estaria inviabilizando o ramo da saúde privada que rende os bons frutos para a profissão! Essa é a pura verdade!!

  29. Godofredo Bezerra disse:

    Parem com isso e montem uma equipe competente. Dinheiro existe para tudo no País, o que faltam são projetos e isso esta equipe é incompetente para realizar. Muda logo julio lossio.

  30. Sertanejo disse:

    Como é que o cara fecha a Clinica da dor? É… demais.

  31. Tabareo disse:

    Arrumem as malas e vamos embora a nova petrolina ninguem entendeu.
    Eles vão fechar PETROLINA.
    Quem sair por ultimo leva a chave,e entrega a Osvaldo Coelho.

  32. epaminondas disse:

    carlos,eu tinha lhe dito que isto iria acontecer…lembra?eles querem jogar o onus das promessas de ju pro governo eduardo campos.cada um que cumpra sua promessa.manda essa gente trabalhar….levar projetos…..convencer!no grito petrolina nao conseguira nada e a cidade vai penar…. .quem mandou começarem a campanha eleitoral em tempo de administraçao?esse ju…ta mal orientado.cade dr osvaldo praq ensinar a ele alguma coisa?ta cansadinho ….ne?!

  33. EU... disse:

    E nós pobres leitores deste blog, temos os comentários que merecemos. EU…., hém?

  34. DOENTE VERDE disse:

    Dr. Mendes por que o senhor aceitou o convite!!!!!!!!!!!!!!!!!! Oriente Dr. Pessio Petrolian tem sim a verba compactuada com outras cidades a vereadora Anatélia tem conhecimento sobre a saúde em nossa cidade……………………………………

  35. Paulo disse:

    Pe. Antonio, parabéns pelo seu comentário, todos nós sabemos a realidade que se encontra a saúde no país, não é diferente em Petrolina e este caso se arrasta à muito tempo, sendo uma responsabilidade de todos, que são eleitos para nos representar.
    Fico triste em ver pessoas desocupadas querer culpar uma pessoa com apenas três meses na administracão.
    Para esses quanto pior melhor, mas quanta b….. dessas pessoas.
    Sobre os governos estadual e federal tem por obrigação de ajudar, pois são eleitos para cudidar de todos, não devendo fazer marcação a prefeito nenhum, que foi eleito pelo povo, sem falar que o dinheiro é da NAÇÃO!
    Sugestão pra vocês.
    PROCUREM A SEUS DEPUTADOS (COMEDOR DE SALÁRIO), O QUE ESTÁ FAZENDO PARA AJUDAR!
    PARECE QUE O VELHO FAZ MUITA FALTA.

    SE NÃO QUEREM AJUDAR, NÃO ATRAPALHEM!

    SIM! NÃO TEM JEITO É SÓ ACEITAR A DERROTA!

  36. Paulo disse:

    OS PETROLINENSES SÃO ELEITORES DE JÚLIO, GONZAGA, FBC, FBCF°, GERALDO, CIRO, CRISTINA, EDUARDO E LULA, ENTÃO CABE CADA UM FAZER SUA PARTE, POIS FORAM ELEITOS PARA NOS REPRESENTAR! POIS É O QUE FALAM NA HORA DE PEDIR O VOTO, PARECE ATÉ QUE NÃO TEMOS ESSES REPRESENTANTES (DEPUTADOS).
    ESTÁ CHEGANDO A HORA!

  37. Eu tbm disse:

    Carlos Britto,
    por favor me explique:
    esse Dr Mendes já foi secretário de saúde e foi demitido por incompetencia é isso? em que gestão foi?
    ainda insiste fazer o que não sabe?
    o doente verde disse que tem vereadora é conhecedora do assunto, para orientar pq não procura ? queira somar rapaz? è pq é mulher?
    tenha humildade! ….
    deixe o conhecimento chegar até vc, cara,….
    preciso do sus,… quero saude em Petrolina, por favor me ajude .respite o povo,

  38. Pe. Antonio disse:

    Paulo,
    Parabéns pelo seu comentário. Era o que que queria dizer, mas esqueci. Eu queria perguntar: Por que será que o deputados e outras lideranças poliiticas quase não falam sobre Saúde, Educação e outros temas! Pois eles são nossos represntantes para nos representar também para ajudar na busca da solução de nossos problemas. Até parece que a Saúde não é um assunto importante para merecer a atenção, união de esforços deles para encontrar uma solução. Está na hora de cada politico usar o seu mandato e ajudar a encontrar uma solução….

  39. pe. Antonio Moreno disse:

    A DÍVIDA PÚBLICA NÃO ACABOU
    Tenho escutado algumas pessoas elogiarem o governo Lula por ter quitado a dívida do país. Em Petrolina, fala-se em falta de recursos para resolver o problema da saúde. Isso me deixa perplexo, primeiro por não ser verdade. A dívida não acabou e depois é por continuar pagando a dívida que nos falta recursos para a saúde, educação, moradia e outras políticas sociais. Resolvi, por isso, simplificar as idéia de um artigo sobre a questão.
    O certo é que não há saída para o endividamento sem uma ampla e profunda auditoria, que quantifique quantas vezes já pagamos esta dívida e a que custo social e ambiental para nosso país. Lembro-me de quanto material foi gasto e de quantos eventos a pela auditoria da dívida participamos. Parece que ninguém mais falar nesse assunto como se de fato tivesse sido resolvido.
    Depois de divulgar amplamente o pagamento antecipado ao FMI, em 2005, dia 21 de fevereiro de 2008 o governo anunciou mais um suposto marco histórico: o de que os ativos do país no exterior superaram a dívida externa pública e privada. O que são esses ativos? Esses ativos constituídos fundamentalmente pelas reservas internacionais. O governo alega que esta é uma evidência da superação do problema da dívida. Mas isso não é verdade. Segundo Rodrigo Vieira de Ávila, economista da Campanha Auditoria Cidadã da Dívida da Rede Jubileu Sul Brasil. a dívida não acabou pelas seguintes razões:
    1. Este suposto recorde não passa de manipulação estatística, originada em 2001, durante o Governo FHC, e que continuou no governo Lula: a exclusão dos empréstimos intercompanhias (dívidas de filiais de transnacionais no Brasil com suas matrizes no exterior) do cálculo da dívida externa. Estes empréstimos dobraram em 2007, passando de US$ 20 bilhões para US$ 42 bilhões, mas são ignorados pelo governo. Não entram nas contas do governo. E assim ele pode propalar esse suposto marco histórico.
    2. O que está por trás deste acúmulo desenfreado de reservas cambiais? Uma verdadeira farra dos especuladores nacionais e estrangeiros, que trazem seus dólares em massa ao Brasil para comprar títulos da dívida “interna”, em busca dos juros mais altos do mundo. O resultado disto é a explosão da dívida interna, que atingiu R$ 1,4 TRILHÃO em dezembro de 2007, tendo crescido 40% em apenas 2 anos!
    Vejamos agora o que o governo pagou nestes últimos anos. Em 2007, o governo federal gastou R$ 237 bilhões com juros e amortizações da dívida interna e externa (sem contar o refinanciamento, ou seja, a chamada “rolagem” da dívida). Está pagando somente os juros. Comparemos com o que o governo gastou com estas políticas publicas:
    O governo Lula Gastou apenas R$ 40 bilhões com a saúde, R$ 20 bilhões com a educação e R$ 3,5 bilhões com a Reforma Agrária. E o governo ainda tem coragem de afirmar que a dívida não é problema! Como vemos, a dívida é um problema e grande. Basta atentar para este dado: somando tudo o que o governo gastou com Saúde, Educação e Reforma Agrária temos um total de R$ 63,5 bilhões. Enquanto isso pagou só de juros da dívida R$ 237 bilhões. É por isso que faltam recursos para a saúde, a educação, a reforma agrária, moradia e outras políticas públicas. O governo arrecada muito dinheiro com os impostos que pagamos, mas muitos recursos em vez de servir para resolver nossos problemas são desviados para o pagamento dos juros da dívida.
    A 3ª Edição da Cartilha “ABC da Dívida” (que será lançada em breve pela Campanha Auditoria Cidadã da Dívida / Rede Jubileu Sul Brasil), denuncia: a recente isenção fiscal de Imposto de Renda sobre os ganhos dos estrangeiros, o estabelecimento e a manutenção de taxas de juros altíssimas e a total liberdade de movimentação de capitais têm gerado as condições para um verdadeiro ataque especulativo contra o Brasil. Vejamos como funciona essa especulação financeira contra o povo brasileiro:
    1. Os investidores estrangeiros trazem seus dólares para investir na Bolsa e em títulos da dívida interna, e assim forçam a desvalorização do dólar frente à moeda brasileira (o Real). Os bancos e empresas nacionais também se aproveitam disso, tomando empréstimos no exterior (mais baratos devido às baixas taxas de juros) para emprestar ao governo brasileiro, por meio da compra de títulos da dívida interna, recebendo uma fortuna em troca disso, devido às altíssimas taxas de juros do Brasil.
    2. Não há limite algum para estas operações, e o Banco Central (BC) compra estes dólares e fornece títulos da dívida interna de acordo com o fluxo de moeda estrangeira ao país. Quando recebem seus lucros e juros em reais, os investidores podem trocá-los por maior quantidade de dólares – uma vez que a moeda brasileira se valorizou – e assim cumprir seus compromissos com o exterior, tendo um lucro extra.
    Em 2007, o Real se valorizou 20% frente ao dólar. Portanto, o investidor estrangeiro que no início de 2007 trouxe dólares para aplicar na dívida interna brasileira ganhou, durante o ano, 13% em média de juros, e mais 20% quando converteu seus ganhos em dólar. Portanto, em 2007, os estrangeiros ganharam uma taxa real de juros (em dólar) de mais de 30% ao ano!
    Por outro lado, o Banco Central, comprando a moeda estrangeira trazida pelos especuladores, termina ficando com o mico, ou seja, o dólar, que está se desvalorizando. O BC também aplica os dólares (recebidos dos investidores e exportadores), só que em títulos do Tesouro Americano (que ajudaram Bush a financiar seu déficit e suas políticas, como a invasão do Iraque), que rendem perto de um terço dos juros pagos pelo governo brasileiro pelos títulos da dívida interna. Além do mais, como o dólar está em forte desvalorização, os juros pagos pelo Tesouro Americano são, na realidade, negativos para nós. Qual é o resultado de tudo isso?
    O resultado é um imenso prejuízo para o Banco Central: chegou a R$ 58,5 bilhões apenas de janeiro a outubro de 2007. Este prejuízo é bancado pelo Tesouro Nacional, e correspondeu ao dobro de todos os gastos federais com saúde no mesmo período. Por outro lado, os banqueiros, que se beneficiam desta manobra não param de bater recordes de lucro.
    Portanto, este suposto marco histórico divulgado pelo governo esconde, na realidade, uma verdadeira reciclagem do velho mecanismo de espoliação da dívida externa, com uma nova máscara: o endividamento “interno”. Este mecanismo é altamente rentável aos investidores estrangeiros, uma vez que, desta forma, eles ficam imunes à desvalorização da moeda americana, recebendo seus lucros e juros em uma moeda que não pára de se fortalecer frente ao dólar.
    Além do mais, explica o economista: quando o governo alega que possui recursos para pagar toda a dívida externa, faz uma apologia ao pagamento de uma dívida ilegítima e já paga várias vezes com o sangue e suor do povo, desde os anos 80, quando os EUA, de modo unilateral e ilegítimo, multiplicou as taxas de juros incidentes sobre a dívida externa, levando o Terceiro Mundo à recessão e ao desemprego.
    Portanto, amigos, não há saída para o endividamento sem uma ampla e profunda auditoria, que quantifique quantas vezes já pagamos esta dívida e a que custo social e ambiental. Ele afirma que somente assim poderemos nos libertar dessa amarra que continua nos aprisionando, apesar do governo prosseguir em sua manobra diversionista, tentando sistematicamente, através da divulgação de dados manipulados e parciais, desqualificar os movimentos sociais em favor da auditoria da dívida, na tentativa de esconder que o endividamento continua sendo, cada vez mais, o centro dos problemas que temos na área da saúde, da educação, da reforma agrária, moradia, saneamento etc.

  40. Raphael disse:

    O gestor Joaquim Bedor, jovem medico formado pela UFPE especialista em cirurgia geral, dedicado 100% ao hospital de traumas, dotado de um grande poder de liderança para com os médicos, sua família é muito relevante para nossa região.
    O gestor davi moura é dos melhores administradores hospitalar da região, formado em administração de empresas desde 2005 e especialista em gestão hospitalar pela UFPE, atuando com gerente de um hospital privado em nossa região há 4 anos, dotado de uma empatia espetacular, sócio conselheiro de 2 empresas de saúde referência na região e filho de um dos melhores médicos do país, e um grande empreendedor na saúde de Petrolina Dr. José Carlos de Moura.
    Enfim, as competências desses gestores vem de berço. Fato que diverge desse comentário: Questionado sobre a substituição de dois profissionais do Traumas – Davi Moura e Joaquim Bedor – por outros de fora da região, dr. Mendes disse não se preocupar com essa questão. “Estamos preocupados é com a excelência da gestão, não se eles são daqui ou não”.
    A excelência foi trocada por neófitos de primeiro emprego, o pior está por vir, o caos total no hospital de trauma. Dr. Mendes seja sincero: Essa nova gestão é uma privatização mascarada? Cuidado!!!!
    Dr. Julio peça o Projeto de saúde para o secretário? Analise o historio desse secretário: sucesso ou fracasso? Não comprometa sua gestão por ações incompetentes de secretários despreparados?

  41. Observador disse:

    Caro raphael essa é a sua opinião sobre os demitidos, em minha opinião ambos são inao estao aptos, não tem currículo suficiente para dirigir o HUT. Quanto ao fulano um dos melhores med. do país ME POLPE. nossa medicina não merece tal insulto. Quero ver quando hosp. da UNIMED estiver funcionando, aguardem…

  42. Pedro disse:

    tadinho , jogou a toalha voces viram? o primeiro
    segundo…

  43. luiza disse:

    Sou auxiliar administrativa do HUT, venho através desta informar que concordo com Raphael, o Hospital realmente perdeu muito com a saída dos meninos, apesar do pouco tempo fizeram, muito principalmente Davi Moura, estruturou o setor de contas medicas(Faturamento), implantou o serviço de arquivo medico(SAME), organizou a recepção com TV e o fluxo de entrada, conseguiu um ponto de ônibus, conseguiu 2 telefones públicos, solicitou documentos relevantes para o funcionamento hospital, cobrou a educação continuada dos colaboradores, implantou o serviço de acolhimento, fez um trabalho de redução e fiscalização de contratos com terceirizadas, Celpe, oxigênio e etc. Enfim fez muito em pouco tempo. Porém soube que ele não foi demitido e sim convidado de imediato para assumir a Policlínica, tenho certeza que ele deverá desenvolver um excelente trabalho pois já mostrou do que ele é capaz. Tenho a esperança que ele vá aceitar, porque Petrolina merece de profissionais assim, gabaritados e preocupados com as pessoas.

  44. Aline disse:

    Observador me poupe da sua ignorância, Dr. José Carlos de Moura é o único Doutor da região, único medico com titulo: The Best of Medicine da região, alem de outros vários títulos, conhecido internacionalmente pelos trabalhos e os serviços prestado na medicina brasileira. Trilhe metade desse cominho para poder falar.
    Quanto Unimed é um excelente plano até tenho ele. Mas quando sair o Neurocardio e Memorial Saúde vou migrar pois já conheço os hospitais e os médicos.

  45. Sertanejo disse:

    Sou médico. Mendes está cheio de problemas.

  46. EU disse:

    O tal de Observador, é um médico deuma empresa particular, hospital…pouco se lixa para hospital o público, embora tarbalhe na rede pública como bico, jamais quis o bem dos pobres…
    o perfil dele é venha nós …nãi sabe que vai deixar tudo e de uma maneira drástica,…apesar de só viver de fachada…. Deus vê tudo!
    Os médicos particulares não estão nem aí para o público, só ironizam….
    mas vão arder nops mármores do inferno hehehe

  47. Raphael disse:

    Luiza parabéns pelo comentário não sabia disso, é sempre bom ter informações de quem trabalhou com a pessoa, mais um feito para enriquecer o currículo do jovem administrador. Então davi continua na equipe de gestão. Muito bom para Petrolina. São comentários assim que o blog deve manter, já não posso disser o mesmo do frustrado observador, o qual Anile sobre responder a altura. E foi desmascarado no comentário do EU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *