DPT da Bahia analista Caso Beatriz e constata “que tudo que poderia ser feito já foi realizado pela perícia pernambucana”

10

peritos DPT bahia - caso beatriz

Profissionais da Polícia Científica de Pernambuco e do Departamento de Polícia Técnica (DPT) da Bahia se reuniram esta semana para analisar as perícias realizadas no caso da menina Beatriz Angélica Mota, de sete anos, morta dentro do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, em dezembro de 2015. O grupo, integrado por três profissionais de Pernambuco e oito peritos especialistas nas mais diversas áreas da criminalística e medicina legal do DPT, discutiu passo a passo todas as análises feitas.

A criminalística no Brasil trabalha em rede e nós estamos à disposição dos colegas”, disse o diretor-geral do Departamento de Polícia Técnica, Elson Jeffeson. Ele explicou que este tipo de encontro, para estudo de caso, é uma prática muito comum entre as perícias estaduais.

Na reunião foi constatado que tudo que poderia ser feito já foi realizado pela perícia pernambucana. De acordo com Elson, as análises seguiram os procedimentos operacionais e protocolos internacionais adotados pela perícia oficial. “Portanto, todas as opções, no campo da criminalística e medicina legal, foram esgotadas”, afirmou. A gerente-geral da Polícia Científica de Pernambuco, Sandra Santos, disse que sua equipe está permanentemente em alerta para atender qualquer demanda sobre o caso. “Todos os esforços estão sendo destinados à investigação. Agradecemos à Polícia Técnica da Bahia por nos receber e disponibilizar todo o apoio”, reiterou.

Participaram também da reunião Marceone Ferreira, delegado de Polícia Civil de Petrolina, e Gilmário Lima, perito criminal e chefe do Grupo Especializado em Perícias de Homicídios do DHPP, ambos de Pernambuco; Mário Câmara, diretor do IML da Bahia; Jorge Borges, diretor do Interior; e os peritos criminais José Lázaro, Tânia Gesteira, João Paulo, Charles Santos e José Carlos Montenegro. (foto: Ascom DPT/divulgação)

10 COMENTÁRIOS

  1. O mais correto possível seria toda a população petrolinense e região se reunisse em prol da elucidação da morte da menina Beatriz,eu falo em uma arrecadação para poder pagar uma investigação a nível federal e se possível,os pais se alertasse para isso logo,o que se entende disso e so um cala boca essas duas polícias reunidas,não vai dar em nada.

  2. Bom… então eles estão atestando a incompetência da polícia de PE é isso?! porque se tudo que poderia ter sido feito já foi feito, eu pergunto: o que falta para prenderem os culpados? sabe qual a impressão que dá? parece que as pessoas e órgãos envolvidos nesse caso estão gostando da projeção que ele dá … holofotes. Pois oito meses investigando um caso, colhendo depoimentos, fazendo diligências, cruzando dados, vendo vídeos e tendo em mãos resultados de perícia…não venham me dizer que não existam suspeito (s) nem venham aqui dizer que acreditam que quem cometeu esse crime meticuloso e de dificuldade hollywoodiana para ser descoberto foi um qualquer, um pé rapado, lógico que quem articulou isso foi alguém de posição e o X da questão está aí, foi feito para destruir o colégio, que também tem sua parcela de culpa nisso tudo, pois se o motivo foi esse mesmo o próprio colégio suspeita do que ou quem pode ser. Acho que as autoridades não estão entendendo a gravidade disso, independente de ter sido para atingir o colégio, tem um assassino de criança cruel, que não pensou duas vezes em dar 42 facadas em uma criança olhando os olhos inocentes dela chorarem e existe alguém, o mentor disso, até pra maioria dos bandidos isso é inaceitável. Beatriz infelizmente já se foi, mas há outras crianças vivas por aí, quem faz uma, faz duas ou mais vezes. Acorda povo … bota as cartas na mesa, mostra a sociedade e ao Brasil quem fez isso, tira o crápula que executou e arquitetou isso do convívio das pessoas de bem. Já passou da hora, esse sigilo tá bem batido já.

  3. Perícia pernambucana? Ou seja, o que foi feito foi NADA! O governo “modelo de gestão técnica e eficiente do PSB” sucateou as nossas polícias Civil, Militar e Científica! Não há mais qualidade no serviço prestado por estas instituições.

  4. Eu disse!! EU DISSE!!! GOSTARIA DE TER ACERTADO A MEGA SENA E NÃO ESSA FATALIDADE!! Eu disse! NÃO VAI DAR EM NADA! Não querem que seja encontrado o verdadeiro assassino. Tem padre. Tem freira. Tem gente da sociedade envolvida. Tem grana rolando! Nunca encontrarão que foi o assassino. Capaz até de dizerem que a menina “SUICIDOU-SE”!!! É uma barbaridade.

  5. Que o assassino vai confessar que nada. Assassino é assassino, num carrega peso na consciência não. Esse caso tem meio mundo de conflito de interesse envolvido nele, grana … Esse crime tem que ser desvendado pelo bem e segurança da SOCIEDADE E COMUNIDADE, porque tem um(s) cretino(s) sanguinário assassino(s) de criança e um(ns) mandante(s) por trás e só, para que as pessoas e crianças possam ter uma sensação de segurança novamente e SÓ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome