Diretor da Facape justifica reajuste das mensalidades e diz: Débito da prefeitura prejudica crescimento da instituição

10

Rinaldo Rem+¡go2Os estudantes da Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina (Facape) estão organizando um protesto para esta sexta-feira (24). O diretor-presidente Rinaldo Remígio afirmou, em entrevista exclusiva ao Blog, que está à disposição para conversar e ouvir a comunidade acadêmica.

“Coloco-me à disposição da comunidade estudantil, eu espero que os alunos não precisem fazer paralisação. Estamos vivendo um momento bom, de diálogo, de abertura. Que formem uma comissão e venham conversar conosco”, convidou.

A grande polêmica dentro da faculdade é o reajuste de 15,84%. No entanto, segundo o próprio Remígio, o aumento não vale para todos os cursos da instituição. “Nós já estamos trabalhando com percentuais diferenciados. O acréscimo de 15,84% dará um diferencial de R$ 11,88 por disciplina. Nós somos uma família de oito cursos, existem quatro que realmente são mais robustos e outros quatro que precisam de um ‘up grade’, de apoio. Por isso o valor da mensalidade é diferente. Nós temos de ver o aspecto social da instituição”, diz.

De acordo com o diretor, o reajuste será maior para os três cursos de mais demanda e empregabilidade. Para ele, a Facape não é uma instituição que visa ao lucro. “A faculdade também cumpre o seu papel social, trazendo aquele que não tem condição de estudar fora ou pagar um curso mais caro, já que disponibilizamos programas de bolsas”, reforça.

Equilíbrio das contas

Remígio confessa que a proposta inicial da Facape era de um reajuste em torno de 27%. Os recursos seriam destinados aos investimentos para ampliação da instituição. No entanto, a faculdade optou apenas pelo “ponto de equilíbrio”.

“A proposta era pouco mais de 27% porque toda instituição, todo negócio, precisa de reservas para investimento. Quando nós decidimos por esses 15,84% é porque atingimos o ponto de equilíbrio. O valor a mais que estávamos pleiteando seria justamente para fazer alguma coisa a mais pela instituição em termos de investimento”, explica.

Com o reajuste, a instituição estaria funcionando com segurança, sem riscos de cortes ou prejuízos. “O aumento nos dá a garantia e segurança de mantermos a máquina funcionando em sua plenitude, sem atrapalhar o andamento de qualquer setor. Eu gostaria que a comunidade entendesse isso. Nós não estamos aqui propondo este reajuste simplesmente porque queremos aumentar. Se nos estivéssemos no ponto de equilíbrio, não haveria necessidade, mas nós precisamos disso”, destaca.

Débito do Executivo

Segundo o diretor-presidente, há dois anos as mensalidades não sofriam acréscimos. Além do atraso, a dívida da Prefeitura de Petrolina estaria impedindo que novos investimentos fossem feitos na instituição. Das despesas da Facape, o Executivo está em débito em relação aos bolsistas, mas, de acordo com Remígio, a faculdade já está em processo de negociação.

“Nós já notificamos a prefeitura, que é consciente de que existe um compromisso com a Facape. As dívidas são referentes a 2012 e 2013. No entanto, eu acredito que nós vamos deixar essas contas em dia – ou quase em dia – até o final da nossa gestão. É claro que se tivéssemos uma reserva financeira, os investimentos poderiam acontecer. Nós temos trabalhado isso com a Secretaria de Finanças e com o próprio prefeito, que nos ajudou a reduzir o débito que já chegou a quase R$ 6 milhões”, informa, acrescentando que a dívida gira em torno de R$ 4 milhões.

Investimentos e transparência

Os planos de ampliação da Facape vão desde o surgimento de novos cursos na área tecnológica até a implantação do curso de Medicina na autarquia. A ideia, de acordo com Remígio, é transformar a faculdade em um grande centro universitário. Diante dos projetos, o diretor-presidente reforça que os recursos da prefeitura fazem falta na conta bancária da instituição.

“Eu gostaria de ter, sim, esses recursos (do Executivo) nos cofres da instituição. Nós temos muita coisa para fazer, novos cursos estão por vir, estamos estudando até a viabilidade de um curso de Medicina aqui. Os professores são qualificados, implementamos uma gratificação por titulação, além do plano de cargos, carreiras e vencimentos”, ressalta.

Sobre as contas da Facape, Remígio destaca que todos os relatórios contábeis são postados no Portal da Transparência. “Até terça-feira da próxima semana, estaremos facilitando o acesso às nossas contas. A ideia é deixar o espaço mais didático, onde os alunos poderão acompanhar todos os relatórios, como viagens de servidores detalhadas e diárias de nossos funcionários”, finaliza.

10 COMENTÁRIOS

  1. VEREADORES O QUE VCS ESTÃO FAZENDO DEPOIS DESSA DECLARAÇÃO DE QUE A PREFEITURA DEVE UMA CONTA A FACAPE E QUEM VAI PAGAR A CONTA SÃO OS ALUNOS……. QTA PILANTRAGEM NESSE MUNDO DE MEU DEUS…. COBREM AS MEDIDAS LEGAIS POIS NOS ALUNOS NÃO DEVEMO NADA A FACAPE

  2. Desconstruindo:

    -R$ 11,88 por disciplina fica bonitinho. Parece valor pequeno, mas resulta em um custo de R$ 71,28. No ano, é uma despesa de R$ 855,36 só nessa diferença. Troco de pão não é.

    -“Nós somos uma família de oito cursos, existem quatro que realmente são mais robustos e outros quatro que precisam de um ‘up grade’, de apoio. Por isso o valor da mensalidade é diferente. Nós temos de ver o aspecto social da instituição”

    Ou seja, os alunos de um curso pagam pelas despesas de outros. Individualidade nos lucros, mas solidariedade nas despesas. É certo isso?

    “Até terça-feira da próxima semana, estaremos facilitando o acesso às nossas contas.”

    Traduzindo: Agora que colocaram pressão, iremos fazer o que deveríamos ter feito desde sempre.

    Basta dar uma passeada pela autarquia para conferir a estrutura das salas de aula, dependências de alunos e professores e da biblioteca em si, com seus livros da década passada. A cada mês a instituição recebe uma injeção significante de capital, sem precisar conviver com a inadimplência, pois para renovar a matrícula é preciso quitar os débitos, mas parece não ter condições (ou se importar) de realizar os investimentos mais básicos.

  3. SÃO 4 MILHÕES DE REAIS QUE A PREFEITURA DEVE A FACAPE! SOU ALUNO E REPRESENTANTE DO CURSO DE COMPUTAÇÃO E SEI DISSO!

    SE A PREFEITURA PAGAR VAI A FALÊNCIA POIS O “NOSSO JÚLIO” NÃO ESTÁ MEXENDO NEM UMA DAS SUAS PERNAS PRA TENTAR RESOLVER ISSO, NEM ELE NEM NINGUÉM DA FACAPE!

    COBRAR A DÍVIDA É MUITO FÁCIL, EU TAMBÉM SEI FAZER ISSO! QUERO VER ELES NO PROTESTO DE HOJE A NOITE, JUNTAMENTE COM TODOS OS ALUNOS PARA RESOLVER ISSO!

    OBRIGADO PELA ATENÇÃO!

  4. O reajuste é por matérias… Interessante..
    E o que dizer da maioria dos alunos que só fazer 3 a 4 matérias e pagam o valor integral da mensalidade. Vai para onde esse valor da matéria não cursada… São coisas sem explicação… Eu que n vou arcar do meu bolso… Quando emprestaram não perguntaram se podia a ninguém.. Agora que precisa nos que teremos que pagar.. Cada uma!

  5. “Mas os poços da fantasia acabam sempre por secar e o contador de histórias, cansado tentou escapar como podia: o resto amanha… Já é amanha!”

    Sr, Diretor-Presidente Rinaldo Remígio,

    Falando um pouco sobre suas justificativas:

    – Débito da prefeitura prejudica crescimento da IES;
    Esse ponto é muito fácil de resolver–> Cobrar do Prefeito Júlio Lóssio e Cia. Nada mais justo do que cobrar uma divída de quem está devendo não acha!?
    Os discentes da Facape não tem nada a ver com os seus “negocinhos” com o prefeito da nossa Petrolina (Viva e Verde).

    – Formar uma comissão;
    Para quê!? Se todo mundo já sabe que esse reajuste tá mais do que planejado, esperando apenas o momento ideal (Férias de Julho) para ser executado. Espera! Férias de julho? Não é exatamente aquele período em que todo o corpo discente tem que fazer suas matrículas para um próximo e próspero semestre? BINGO! Afinal, quem não realizar a matrícula e respectivamente, efetuar o pagamento no citado período corre o risco de ficar sem estudar.. QUE TRISTE!!

    – O tal reajuste não vale para todos os cursos;
    Lógico que não vale!! Repito todo o mundo tá cansado e careca de saber que a IES, em questão é mantida por três cursos: DIREITO, ADM E CONTÁBEIS. E que os demais cursos sem desmerecer nenhum, tem vagas sobrando.. faltando nesse caso, ALUNOS, e porque não dizer um incentivo, aquele velho e bom reconhecimento que é dado aos demais cursos.

    – Bolsas, PROUPE, etc..
    Esse ponto é bastante interessante.. Engraçado que de uns tempos pra cá só se falam nas despesas com bolsas, bolsistas e etc. Esquecem somente de informar que esses “BENEFICIÁRIOS” , em todos esses programas ou projetos como queiram denominar, SÃO OBRIGADOS a contribuir de alguma forma com a FACAPE. Sejam trabalhando em diversos setores (muitos até organizados e mantidos vivos por esses, “TAIS BOLSISTAS”) da faculdade ou produzindo projetos de pesquisas, relatórios, entre outros. Isto implica dizer que ninguém tá fazendo favor ou devendo a ninguém, NESSE CASO! Mas como assim gente!? Não, trata-se de uma AUTARQUIA MUNICIPAL!?
    Vale ressaltar, que absolutamente nada na FACAPE, sai de graça para quem quer que seja (ALUNOS/DISCENTES). Ex: Histórcio Escolar -> R$ 15,00, Declaração-> R$ 10,00, Requerimento-> R$ 10,00, Outros Serviços-> Minímo R$ 10,00, Respirar mais profundamente -> R$ 10,00, ETC.. Aqui não estou me referindo as BELAS MENSALIDADES!

    -Mensalidades que não são reajustadas há dois anos;
    Certo! E porque não são feitos reajustes anuais de acordo com inflação e demais índices necessários?
    Os alunos NÃO SÃO CONTRA REAJUSTE, MAS ABUSOS.

    REAJUSTE, SIM!
    ABUSO, NÃO!

    Para finalizar, não poderia deixar de citar “PONTO DE EQUILÍBRIO”, SÃO TÃO LINDOS ESSES TERMOS MATEMÁTICOS, FINANCEIROS, CONTÁBEIS.
    O pouco que sei sobre esse assunto é que esse tal PONTO, trata-se da busca justamente do “EQUILÍBRIO” entre o LUCRO E DESPESA.
    Tenho visto todos tão BEM, carrão do ano, viagens muitas, contas bancárias.. LUXO, LUXO, LIXO!

    Para o Senhor a FACAPE não é uma instituição que visa ao LUCRO.
    EMOCIONADA (O) AGORA FIQUEI!!

    ACORDA ALICE! ACORDA FACAPE (ALUNOS).

    “Quando tiver dúvida, fique em silêncio.”
    Alice no Pais das Maravilhas

  6. ATENÇÃO UNIVERSITÁRIOS!!!!!

    REFLITAM!!!

    O PREFEITO NÃO HONRA COM SUAS OBRIGAÇÕES MAS TEM MUITO DINHEIRO PARA GASTAR COM SÃO JOÃO.

    CADÊ A JUSTIÇA DESSA CIDADE? ESSE PREFEITO PODE FAZER TUDO QUE LHE VIER NA CABEÇA? PELO AMOR DE DEUS!!! QUE É ISSO???

  7. É assim que o PREFEITO faz
    Educação não é prioridade porque sociedade que detém de conhecimento, é instruída, não interessam aos maus políticos.

    vejam essa matéria da folha do São Francisco

    1º Por que razão o prefeito Julio Lóssio, irmanado de seus pares de elogiosos assessores, decidiu lançar, pelas redes sociais e site oficial, uma enquete para que o povo de Petrolina pudesse (supostamente) escolher as atrações do São Joao 2013?

    2º Por que , no entanto, quando, na terça-feira(21), esses mesmos elogiosos se lançaram ao facebook anunciando as 15 supostamente mais votadas atrações , já havia, no site dos músicos e bandas, agenda pronta apontando que já tinham contrato fechado com Petrolina, para o mês de junho de 2013?

    Pelo direito que a democracia nos permite de pensar,, de raciocinar, diremos , aqui, o que vemos a respeito.

    Na verdade. O intento do prefeito Julio Lóssio(PMDB), maculado pela acusação de ditador pelas centenas de servidores públicos municipais e por um grupo de ex-pares-agora distantes do governo-, é de mostrar, numa estratégia marqueteira, que governa o município com a participação popular.

    Ademais, o prefeito, mais apreciador do filósofo Maquiavel do que qualquer vã filosofia pudesse imaginar, sabe que – de alguma forma- está às vésperas de mais uma eleição. Isso, mesmo que os candidatos , inclusive ele, estejam postos no campo da virtualidade – como se fala na sua esposa, que seria, supostamente, candidata a deputada; ou ele próprio, postulante a governador – mesmo que em seus delírios políticos.

    Lóssio sabe que essa seria hora exata de começar a armar o circo e partir à distribuição do pão (seco mesmo!)

    E enquanto o petrolinense supostamente escolhia atrações do São João, a banda Calypso e a banda Estakazero, por exemplo, duas das mais votadas na tal enquete, já haviam postado agenda como contratadas pela Prefeitura de Petrolina

    O mais grave, no entanto, nessa jogada de marketing do prefeito de Petrolina está em outro fato: Julio Lóssio nunca prestou contas da origem e destino do dinheiro público ligado ao São Joao de 2012 – também véspera de eleição municipal.

    Lembremos que requerimentos saíram da Câmara Municipal para que o secretário de Finanças à época Alvanilson Reis Pires- pudesse explicar a contratação de empresas sem licitação e sem condições técnicas de realizar a festa, para que dissesse de que setores foram tirados os mais de R$ 9 milhões aplicados nos festejos.

    Na única oportunidade em que todos os então secretários -Nadja de Araújo Batista, do Turismo; Roberta Duarte, da Cultura e Alvanilson Reis Pires, de Finanças -foram à Casa Plínio Amorim, supostamente, prestar os esclarecimentos, lembremos que o próprio Julio Lóssio tratou de armar um circo na Câmara municipal, levando ao fim da sessão.

    Lembremos, também, que a então secretária de Cultura, Roberta Duarte, demitiu-se da função por não concordar com algo que estaria ocorrendo no governo.

    Moral da história: ficou na obscuridade o uso dos milhões usados no São João 2012.

    Pior: de acordo com matéria veiculada pelo jornal estado de São Paulo, o prefeito Julio Lóssio usou dinheiro federal, chegado a Petrolina para ajudar no combate à seca, no São João eleitoreiro de 2012.

    Não interessou e não interessa que milhares de cabeças de gado estejam sendo dizimadas no sertão e que milhares de sertanejos estejam passando fome e sede. O que o prefeito viu e vê é somente o seu próprio umbigo.

    Mas ele sabe que não poderá levar ,sozinho, essa culpa.Não quer descer aos Hades, para pagar seus pecados sem ter companhia. Arregimentou, então, em forma de enquete idiotizante, a boa fé de uma parcela da população que pouco ou coisa alguma sabe desses porões escuros de sua administração.

    Colocou a enquete para que a parcela que acredita pudesse inocentemente pensar que está escolhendo atrações. E mais: fazer publicidade gratuita disso nas redes sociais.

    Mal sabe o povo que o jogo de cartas marcadas – em que os contratos com as bandas já foram fechados- as mesmas que aparecem entre os mais votados- é uma prática antiga dos déspotas políticos neste país.

    Lóssio sabe que lucrará duas vezes com isso: agora, quando a parcela dos inocentes eleitores das enquetes acreditam ser sujeitos e não objetos; e depois, quando precisar dar explicações, novamente, sobre o uso do dinheiro público utilizado em mais uma cena de pão circo.

    Dirá tranquilamente: ‘gastei o dinheiro naquilo que o povo escolheu’.

    E como diria Manuel Bandeira, em seu poema ‘Tragédia Brasileira’

    “Misael matou Maria Elvira na Rua da Constituição, com seis tiros. E Maria Elvira foi encontrada caída, em decúbito dorsal, vestida de organdi azul”.

    Quer dizer: Maria Elvira ( a representação do Brasil) morreu achando que era alguém. Depois disso, seguiu-se o golpe do Estado Novo, período em que Getúlio vargas (Misael) cometeu atrocidades contra qualquer um que se opusesse ao seu governo.

  8. O reajuste da Facape é justo?
    Senhores vereadores solicitem a Facape que apresente seu Balanço anual registrado devidamente como determina a lei, cada aluno paga R$ 345,00 são quantos 1000, 2000, 3000 não na realidade são mais de 4000 mil alunos * 345,00 é igual a R$ 1.380.000,00 onde esta todo este dinheiro imagine *12 meses quanto será.
    Muito dinheiro para quem não tem compromisso com os estudantes.
    Solicitem também a lista de cursos e quantidade de alunos.

  9. O SENHOR REMÍGIO É UMA PIADA! NÃO TEVE CORAGEM DE NOS OUVIR, MAS MANDOU 6 (SEIS) VIATURAS DE POLICIA PARA TENTAR NOS AMEDRONTAR! QUE ESPÉCIE DE REITOR É ESSE, NÃO O QUEREMOS! FORA REMÍGIO! FORA REMÍGIO! FORA REMÍGIO!

    • E bla ,bla , bla, bla. São as justificativas incoerentes sobre o amento que querem nos dar.Uma faculdade onde seu curso academico pioneiro é Administração e temos como dirigentes da instituição dois administradores e dois contadores formados na facape é de no minimo nos dar medo causar receio..
      pequena ilustração em relação a divida
      A facape – MEU ILUSTISSÍMO SENHOR JÚLIO LOSSIO COMO ANDAS ? E PREFEITURA ?
      E DIVIDA DA PREFEITURA COM A FACAPE TEM ALGUMA PREVESÃO ? Se não tiver não tem pressa

      PREFEITO- tem um cafézinho ? agente fala sobre ela na proxima eleção ….

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome