Dilma venceria eleições de 2014 ainda no primeiro turno, aponta pesquisa

2

eleiçõesUma pesquisa divulgada pelo instituto MDA na manhã desta terça-feira (18) aponta a manutenção da presidente Dilma (PT) como primeira colocada nas intenções de voto.

Na pesquisa divulgada em novembro do ano passado, Dilma aparecia com 43,5% das intenções. Os dados divulgados hoje colocam a presidente com 43,7%.

No cenário em que Dilma concorre com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), o tucano aparece no segundo lugar das intenções, com 17%.

Neves teve queda em relação à última pesquisa, quando tinha 19,3%. Já o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) teve crescimento, passando de 9,5% para 9,9%. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais. Foram ouvidos 2.002 eleitores, no período de 9 a 14 de fevereiro, em 137 municípios de 24 estados.

A pesquisa também colocou Marina Silva (PSB) no lugar de Eduardo Campos; Dilma tem 40,7% e Marina aparece em segundo, com 20,6%. Neves ficaria com 15,1% e Levy Fidelix (PRTB) em último, com 0,4%.

O levantamento divulgado nesta terça-feira foi o segundo após o anúncio da aliança política entre Eduardo Campos e Marina Silva. Se a eleição fosse hoje, Dilma Rousseff seria reeleita ainda no primeiro turno, independente da presença de Marina Silva ou de Eduardo Campos como candidatos.

Os dados indicam que, se a eleição fosse hoje, a presidente Dilma Rousseff poderia ser eleita no primeiro turno tanto em cenário com Marina Silva quando no cenário com Eduardo Campos.

Segundo turno

O MDA levou em conta também um possível segundo turno entre os candidatos citados acima. Contra Aécio Neves, Dilma ficaria com 46,6% contra 23,4%.

Tendo Marina como rival, a petista seria eleita com 44,6% contra 26,6%. Se o segundo turno fosse contra Eduardo Campos, Dilma teria 48,6% contra 18%.

A pesquisa foi registara do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 00012/2014. (Fonte: G1)

2 COMENTÁRIOS

  1. Desculpa, mas com 43,7% não se vence no 1º turno. A Constituição Federal afirma que para vencer no 1º turno tem que a metade + um dos votos válidos, excluídos os brancos e os nulos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome