Diagnosticada com dengue, paciente reclama de demora na assistência em Petrolina

por Carlos Britto // 27 de maio de 2020 às 10:29

Os relatos acerca do aumento no número de casos de dengue tem aumentado em Petrolina. Mas, os pacientes com sintomas da doença ou até  mesmo com diagnóstico já confirmado estão reclamando da dificuldade para conseguir assistência nos postos de saúde.

Em contato com o Blog, a moradora do bairro Cohab 6, Ednalva Barbosa, reclamou da dificuldade para conseguir assistência. “Eu sou uma das dez pessoas do bairro com dengue e ninguém toma providencias. Já entrei em contato com os responsáveis e só dizem que estão aguardando um produto do Recife para vir fazer o isolamento. Não adianta focar só na covid-19 porque a dengue também mata”, conta.

Nesta terça-feira (26), a Prefeitura de Petrolina divulgou o resultado do terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) do ano que apontou índice geral de 1,6%, ou seja, em estado de alerta para surto. O nível satisfatório é inferior a 1%, mas esse terceiro LIRAa apresentou uma leve redução nos índices, de 1,8% para 1,6%.

Segundo a gestão, as comunidades com maior índice são Mandacaru, Vila Eulália, Santa Luzia e Park Mandacaru, com 4,1%. Em Segundo lugar, com 2,6%, aparecem os bairros Terras do Sul e José e Maria. Ocupam a terceira colocação, com 2,3%, Dom Avelar, Padre Cícero, Loteamento Padre Cícero, São Joaquim e São Jorge.

Sobre a situação de Ednalva, o Blog já solicitou um posicionamento à Secretaria de Saúde e aguarda retorno.

  • 4 thoughts on “Diagnosticada com dengue, paciente reclama de demora na assistência em Petrolina”

    1. Sempre Atento disse:

      Claro se não for Covid 19 pra entrar na estatística não atende,se não o money chega.

    2. MARIA disse:

      Prefeito, faça alguma coisa, por favor, como um fumace, qualquer coisa, dengue também mata. Lembre se que esses bairro rendem um montante de votos.

    3. Moradora da Cohab VI disse:

      O melhor remédio pra dengue é a conscientização da população, sobre a limpeza dos seus terrenos, o acúmulo/descarte de lixo em local errado, entre outras providências que são de responsabilidade da população no geral.
      Agora é fácil reclamar, do problema depois que estão doentes e culpar o poder público querendo solução rápida qnd somos o primeiro a não colaborar.
      Ter um pouco de vergonha na cara não custa nada, abrir a boca pra reclamar é fácil, mas se mover e tomar uma atitude pra mudar as coisas, os problemas diários que são de responsabilidade da população em geral ninguém qr!
      A desculpa pro covid-19, é que é uma doença nova. E pra dengue, qual é mesmo?
      Pois o remédio pra combater a dengue é fácil e rápido. E não custa nada!

    4. Luis Celso disse:

      Pelo resultado desse exame que está exposto aí, a paciente ja teve dengue e já formou anticorpos, ela não está mais com dengue.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *