Deputados criticam decisão da Univasf sobre aplicação do novo Enem

por Carlos Britto // 19 de maio de 2009 às 16:00

Presentes na audiência pública de ontem (18) na Câmara de Vereadores de Petrolina que tratou do novo Enem, os deputados Gonzaga Patriota (federal-PSB) e Isabel Cristina (estadual-PT) foram unânimes não apenas em relação às cotas para estudantes da rede pública, os quais são a favor.

Os dois também criticaram a decisão do reitor da Univasf, José Weber Macedo, em adotar o novo modelo ainda este ano. Gonzaga, por exemplo, acredita que o novo Enem poderia muito bem ser aplicado em um ou dois anos.  

Deputados criticam decisão da Univasf sobre aplicação do novo Enem

  1. Pe. Antonio Moreno disse:

    Não analisei a proposta e não sei quem está contra além dos depeutados referidos. E nem os motivos. Mas, se essá é uma proposta ou uma política do Mec e pelo que entendi, ficou a critério das instituições a decisão de alicar logo ou depois, qual é o problema!

  2. ATENTO disse:

    È a precipitação, Pe. Antônio. Nada foi discutido com a sociedade. O MEC deu prazo de três anos para as universidades adotarem o novo enem como fórmula para alunos adentrarem no ensiono superior. O correto seria que fosse massivamente debatido com a população, dirimir todas as dúvidas…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *