Depois das polêmicas, Dilma sanciona lei que amplia o Bolsa-Família

por Carlos Britto // 06 de junho de 2013 às 15:32

Bolsa FamiliaApós as polêmicas sobre o fim do programa Bolsa-Família, a presidente Dilma Rousseff decidiu sancionar, nesta quinta-feira (6), a lei que amplia o programa. Resultado da aprovação da Medida Provisória 607, a medida eleva para 15 anos a idade limite de crianças e adolescentes que compõem as famílias beneficiárias do programa.

A Lei também garante um complemento em dinheiro para 2,5 milhões de pessoas com renda per capita inferior a R$ 70 – patamar estabelecido para o enquadramento na faixa de extrema pobreza. O texto ainda destaca que os beneficiários com idade a partir de 14 anos poderão ter acesso a programas e cursos de educação e qualificação profissional. (De Agência)

Depois das polêmicas, Dilma sanciona lei que amplia o Bolsa-Família

  1. Andrei disse:

    E a educação vai continuar uma merda e praticamente sem reajuste nenhum! Esse é o meu BRASIL SIL SIL!

  2. Luis Fernando disse:

    Esse bolsa família está mais para bolsa esmola. Tem muita gente em condições de trabalhar que prefere ficar em casa recebendo bolsa família. Enquanto isso, quem precisa contratar paga cada vez mais pela mão-de-obra. de gente despreparada e muitas vezes descompromissada com o trabalho.

  3. Qualidade disse:

    O maior beneficio desse programa é dar oportunidade aqueles que não tem condição de pagar como por exemplo curso técnico para se qualificarem, mas os que se encaixam nesse perfil normalmente não preenchem as vagas disponíveis. Enquanto criarem programas que só beneficiem sem exigir critérios para manter no programa, vai continuar a sensação de estar rasgando dinheiro. O pior que 5 meses de um ano do nosso suor jogados no lixo não somente nesse programa que não garante alcançar a todos que se enquadrem nos critérios somente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.