Cruzes no ponto das barquinhas chamam a atenção para a preservação do Rio São Francisco

3

[slider id=”cruzes-rio-sao-francisco”]

Um protesto silencioso chamou a atenção de quem passou pelo ponto das barquinhas, na Orla de Petrolina, nesta terça-feira (1º). Várias cruzes foram fincadas na areia com mensagens de preservação do Rio São Francisco. Nesta sexta-feira (4), o rio completa 512 anos.

Dezenas de cruzes traziam as frases “Cuidar do rio é cuidar de você”, “O Velho Chico não pode morrer”, “O Rio é nossa fonte de vida”, entre outras. Não há informações de quem teria sido a iniciativa e até quando as cruzes ficarão no local.

3 COMENTÁRIOS

  1. O Rio não completa 512 anos, pois ele já existia e já era habitado por tupis e jês. O que se comemora são 512 anos de invasão do vale pelos invasores portugueses. O Rio São Francisco é manchado de sangue dos primeiros habitantes, até hoje Portugal, e o Brasil, não pediram perdão por seus crimes de genocídio, estupros e roubo.

  2. Boa Noite!
    Li sua reportagem e gostaria de responder quanto ao autor do projeto que foi o professor Renivaldo, o mesmo leciona na escola Municipal José Nunes de Santana em Nova Descoberta.

    • Esse é o tipo de protesto que não prejudica ninguém e surte efeito. Parabéns ao autor. Um simples gesto demonstra a insatisfação com o tratamento que dado ao “Velho Francisco”, que é único e não tem cópia. Se cuidarmos bem dele a Natureza agradece.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome