Cristina Costa detona Câmara Federal: “Ali é um clube familiar, não um Congresso”

12

cristina

O resultado pós-impeachment do último domingo (17) na Câmara dos Deputados não passou batido na Casa Plínio Amorim. Na sessão plenária desta terça-feira (19), mesmo com a baixa presença dos vereadores, o assunto ganhou espaço.

Primeira a falar, a vereadora Cristina Costa (PT) não poupou a postura dos parlamentares que analisaram o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo Cristina, os interesses em prol da coletividade ficaram em segundo plano.

“Ali não é um Congresso Nacional, é um clube familiar. Pudemos perceber que vale mais a família do que o povo brasileiro. Nunca vi usarem tanto o nome de Deus em vão. Cada um, podem ter certeza, primeiro pensa em se eleger com discurso da coletividade, mas pensando em si”, disparou a petista. Sobre o presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Cristina também não deixou barato. “Como eu posso dizer que vão limpar o Congresso, se um ‘bandido’ que deveria estar preso conduziu a mais importante reunião que definiu os destinos de um país?”, afirmou.

Mais detalhes pelas próximas horas.

12 COMENTÁRIOS

  1. Esta eleição foi comandada por dois bandidos. Um sentado em uma cadeira de um hotel de luxo(Lula) e outro no plenário da câmara(Eduardo Cunha). No final Bandido 1 venceu o bandido 2 (467 x 137)

  2. ela tem memoria fraca e já esqueceu que o partido dela foi quem deu todo o poder ao PMDB, afinal não foi o PT quem chamou o PMDB pra compor o governo?…minha senhora tome uma dose de “poupe a população de bobagens e vá trabalhar 20mg” o povo não é burro.

    • Justamente por ser aliado do PT, que o PMDB deveria ter vergonha do que fizeram, afinal mamaram este tempo todo, depois que a teta seca quer cair fora?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dois × 5 =