Conselho Tutelar acolhe recém-nascida que quase foi morta pela mãe em Petrolina; mulher utilizou tijolo para tentar atingir criança

3

Uma criança recém-nascida, que por pouco não morreu vítima de maus-tratos da própria mãe, em Petrolina, foi acolhida em uma instituição da cidade, ficando sob os cuidados do Conselho Tutelar. O fato aconteceu esta semana no povoado de Nova Descoberta, zona rural da cidade.

Em nota enviada a este Blog, a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) disse que uma vizinha contou que a suspeita, de 23 anos, havia tentado tirar a vida da própria filha, de apenas 29 dias de vida, utilizando um bloco de alvenaria (tijolo). Quando o policiamento chegou ao local, encontrou a mulher com visíveis sinais de embriaguez alcoólica em discussão com seu marido. Ela estava armada com facas e ainda tentou ferir os PMs.

Ela foi impedida pela testemunha e pelo pai da criança. Na chegada do policiamento à residência, a acusada, que portava três facas, tentou reagir contra o efetivo, mas foi utilizada a força estritamente necessária e ela foi desarmada, sendo conduzida, juntamente com o seu marido e o bebê, para a delegacia local, com o acionamento do Conselho Tutelar, para que fossem adotadas todas as medidas pertinentes ao caso”, explica nota da PMPE.

Em contato com o Conselho Tutelar de Petrolina, este Blog foi informado que a criança nasceu em Santa Filomena (PE), no Sertão do Araripe, e estava em Petrolina ainda sem o registro civil. Os conselheiros foram acionados pelo plantão da delegacia e iniciaram os procedimentos de acolhimento à recém-nascida.

Processo

O Conselho Tutelar disse que o registro da criança foi feito ontem (2), mas os pais não vão ficar com ela. A menina vai permanecer acolhida na instituição até que seja concluído um estudo, inclusive junto aos familiares dos genitores, para saber se existe a possibilidade de algum outro membro da família ficar com ela. Se isso não acontecer, o bebê será encaminhado para a adoção. “No entanto, tudo dependerá de uma decisão judicial”, ressaltou o Conselho Tutelar.

3 COMENTÁRIOS

  1. As pessoas que não entendem o significado de menina de rosa e menino de azul: quer dizer que menino é menino e menina é menina, qualquer outro gênero que inventaram, é realmente isso, não passa de uma invenção do homem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome