Conselho Regional de Corretores Imobiliários realiza solenidade de formação de 60 profissionais em Petrolina

por Carlos Britto // 31 de janeiro de 2012 às 17:49

Numa solenidade marcada para as 18h de hoje (31) na Casa Plínio Amorim, 60 corretores do ramo imobiliário em Petrolina receberão suas carteiras para trabalharem devidamente credenciados no setor. O curso de formação durou quase 14 meses e foi uma iniciativa do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci) de Pernambuco, sediado no Recife.

Segundo o atual presidente, Daniel Florêncio (foto), que está há sete meses no cargo, o principal objetivo é valorizar esses profissionais do ramo, ao mesmo tempo protegendo a sociedade de muitos “zangões” (os corretores que atuam sem nenhum registro na área).

Ele explicou ao Blog que durante sua gestão pretende tirar o Conselho da “acefalia” na qual estava mergulhado, ou seja, sem atuar como deveria na defesa da classe. Uma das medidas será uma campanha publicitária, cujo lançamento está previsto para março próximo, que tem como meta transformar em projeto a ser enviado à Assembleia Legislativa do estado um abaixo assinado propondo que toda escritura pública onerosa seja assinada por um corretor de imóvel devidamente credenciado.

Assim como qualquer construção precisa da assinatura de um engenheiro, ou a Jucepe (Junta Comercial de Pernambuco) de um advogado”, explicou Florêncio. “Com isso estamos trabalhando também em defesa dessas outras classes”, completou. Citando a recente tragédia ocorrida no Rio de Janeiro, com o desabamento de três prédios que deixou vários mortos, o presidente do Creci lembrou que algumas reformas foram feitas em cinco pavimentos do edifício que desabou, sem que nenhum parecer técnico de um profissional da área fosse dado.

Trabalho em conjunto

Além da parceria com as delegacias regionais, Florêncio ressaltou ainda que pretende fazer um trabalho em conjunto com outras entidades como CREA e Cremepe. A ideia é fechar o cerco a falsos profissionais que tentam manipular a sociedade. O presidente informou já ter realizado um concurso público para contratação de novos fiscais no intuito de reforçar essa atuação. “Em seis meses, no mínimo, não queremos ver mais nenhum falso corretor em Pernambuco”, estimou.

Em todo o estado, segundo ele, a entidade conseguiu registrar 4,5 mil corretores de imóveis, mas outros cerca de 6 mil continuam atuando ilegalmente. Anualmente o Creci garante a formação de 300 a 500 corretores, mas o objetivo é chegar a 1,5 mil. Essa realidade deve mudar com a implementação de mais um curso, o Interface, já aprovado pelo Ministério Público. Depois de Petrolina, o Creci vai habilitar novos corretores na cidade de Vitória de Santo Antão.

Conselho Regional de Corretores Imobiliários realiza solenidade de formação de 60 profissionais em Petrolina

  1. R!CARDO RODR!GUES disse:

    Ensinando como especular valores de imóveis em Petrolina desde sempre!!!

    1. Carlos Alberto disse:

      Esse Daniel Florêncio é um imbecil! Ele que é um acéfalo! Não sabe nem conversar!! Um absurto um incompetente desses ser o presidente de um Coselho Profissioal. Jumento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *