Compositor juazeirense Luís Galvão terá sua vida e obras contadas em documentário

0
Foto: Blog Carlos Britto

Um filme em longa metragem sobre a vida e obra do poeta e compositor juazeirense Luís Galvão está sendo produzido pela documentarista, produtora e diretora de cinema Cristiana Bernardes. Na manhã de hoje (5) ela esteve no Programa Carlos Britto, acompanhada pelo Superintendente de Cultura e Turismo da Prefeitura de Juazeiro Maurício Dias, falando sobre o projeto. O nome do filme “Meu coração é como se chovesse” é uma poesia que faz parte do livro “Ovos Brasil” fonte de pesquisa para o longa.

“Galvão é mais conhecido pelos Novos Baianos, apesar dele ser um grande poeta. Ter feito músicas com Caetano Veloso, Gilberto Gil […], tem uma geração nova regravando as músicas dele como Pitty. Baiana system tem um projeto com ele. Então, se você ler as letras do que Galvão dizia ou diz nos Novos Baianos é muito impressionante, é quase um novo jeito de fazer poesia.  […] A ideia do filme é costurar as histórias de Galvão através das poesias desse livro [Ovos Brasil].” contou.

Ela veio a Juazeiro, visitar algumas locações que serão utilizadas no filme. Além da cidade baiana teremos Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro. Lugares onde Luís Galvão morou.

A previsão do termino das gravações do longa metragem é para o mês de Junho, com a presença de Luiz Galvão nas cidades de locação. Ela também está em busca de apoio para o projeto. O lançamento está previsto para o ano que vem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome