Compesa rebate denúncia sobre crime ambiental na Pedra do Bode

por Carlos Britto // 25 de janeiro de 2022 às 12:00

Foto: Reprodução

Após o Blog publicar a denúncia do ambientalista Victor Flores sobre um suposto crime ambiental na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) na Pedra do Bode, área central de Petrolina, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que a unidade, com concepção a nível terciário, atende aos parâmetros estabelecidos pela legislação vigente.

A Companhia disse ainda que, com o aumento das chuvas registradas nos últimos dias, houve uma sobrecarga na unidade, visto a deficiência e/ou ausência do sistema de drenagem urbana, que, além do volume aumentado em várias vezes o normal, termina por carrear lama e resíduos de toda natureza estranha a um sistema de esgoto.

Em função disso, a unidade operacional se encontra em manutenção e todas as medidas estão sendo adotadas, de forma a garantir continuamente a qualidade do efluente tratado”, disse, por meio de nota.

Compesa rebate denúncia sobre crime ambiental na Pedra do Bode

  1. Komiko Sujiro disse:

    A Compesa arrecadou 1 bilhão de reais em Petrolina nos últimos 10 anos e pouco investiu no melhoramento na cidade. A empresa só faz arrecadar. No Bodódromo tem um mar de merda devido a um esgoto estourado já vai completar 1 ano. A poderosa empresa estadual nada faz para renovar a estrutura velha e ultrapassada de água e esgoto em nosso município mesmo tendo enorme arrecadação. O MP que deveria obrigar a dita cuja a fazer investimentos devidos, fica calada. A companhia também joga esgotos in natura no rio e o MPF, que deveria proteger o Rio São Francisco, faz de conta que não ver.

  2. Pé no Saco disse:

    Cada um quer tirar o seu dá reta, primeiro a prefeitura que inventar de fazer saneamento nos bairros só fazem merda..,o dinheiro some e pronto e a Compesa que leva milhões da cidade sempre tem desculpa de manutenção e no final o povo que se lasque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.