Comissão pró-emancipação de Santana do Sobrado reúne comunidade para detalhar projeto aprovado na Câmara dos Deputados

5

comissão emancipação santana do sobrado2/Foto divulgaçãoA comissão pró-emancipação do distrito de Santana do Sobrado, na Zona Rural de Casa Nova, Norte da Bahia, reuniu moradores para detalhar o Projeto de Lei (PL) 416/2008, recentemente aprovado pela Câmara de Deputados, que devolver às Assembleias Legislativas do País a autonomia de definir regras para a criação de novas cidades.

Segundo integrantes da comissão emancipacionista, Santana do Sobrado se enquadra na lei federal – referente aos critérios, como número mínimo de habitantes para se transformar em cidade.

A comissão irá a Brasília acompanhar a votação no Senado Federal e pede à comunidade que reforce a luta.

5 COMENTÁRIOS

  1. SERÁ QUE SANTANA DO SOBRADO TERÁ CONDIÇÕES DE SE MANTER APÓS SUA EMANCIPAÇÃO, OU FICARÁ COMO A MAIORIA DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS SOBREVIVENDO DE REPASSES DO GOVERNO FEDERAL. A POPULAÇÃO TEM QUE FICAR ATENTA EM RELAÇÃO AOS INTERESSES DAS PESSOAS QUE ESTÃO AFRENTE DESSA EMANCIPAÇÃO.

  2. Engraçado… Provavelmente este só será mais um caso de emancipação para cidade onde o que irá mudar é o surgimento de mais políticos, para “comer” mais dinheiros de impostos, esquecendo de quem neles votou…

  3. O POVO BRASILEIRO ATORMENTADO POR TANTOS POLÍTICOS QUE BROTAM DAS SOMBRAS, E OS ‘QUERIDOS’ DEPUTADOS BAIANOS QUERENDO FERRAR MAIS AINDA COM MAIS PREFEITO E VEREADORES. SINCERAMENTE, ESSES POLÍTICOS NÃO REPRESENTA EM NADA O POVO.

  4. ‘A receita Municipal sai do mesmo Bolo”

    Então,quando deixamos de criar novos municípios estamos perdendo muito,entre os principais benefícios das emancipações:
    *está o desenvolvimento de toda a região das novas cidades e o atendimento mais próximos da população,gerando um beneficio maior do que os gastos da estrutura de gerenciamento das cidades.

    Agora também acho que os verdadeiros emancipalista deveriam estudar,por exemplo como é a legislação,que regula obrigações e direitos de vereadores nos EUA,FRANÇA etc. para aplicar no Brasil,também assim conseguir boa vontade da união,do congresso e do judiciário a nossa campanha de emancipação.

    Veja por exemplo em São Paulo,um vereador dispõe de 147 assessores,a um custo alto para contribuinte.
    Sei também que em uma cidade pequena no EUA,vereador não recebe remuneração,não tem gabinete,secretarias etc. comparece a câmara só para votar,discutir projetos,criticar e denunciar desvios do prefeito.

    ACHO QUE NÃO PODEMOS SER INGÊNUO,E SAIR POR AI APLAUDINDO QUALQUER POLÍTICO QUE DIGA QUE VAI NOS EMANCIPAR.

    Sou emancipacionista,represento o Distrito de Missão de Aricobé-Angical-Ba,meu nome Edimundo Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome