Comércio de fogos de artifício preocupa leitor

por Carlos Britto // 18 de junho de 2009 às 11:32

fogos-artificioO leitor Danilo Andrade nos escreve para manifestar sua preocupação com a comercialização de fogos de artifício, sobretudo para menores de idade. O comentário chega em boa hora, depois do fato que aconteceu ontem (17) no bairro Castelo Branco, quando um casal ficou bastante ferido diante de uma explosão provocada por fogos de artifício em sua residência:   

Meu querido Carlos Britto,

Queria mais uma vez poder contar com seu apoio a fim de dar esta triste noticia tanto aos pais quanto às autoridades competentes desta cidade. O fato é que os fogos de artifícios ao quais todos dos dias temos noticias de que são vendidos com toda responsabilidade, em locais adequados, com toda segurança necessária, são apenas nos barracões próximos ao Cemitério.

O que vejo aqui são vendedores ambulantes que todos os dias comercializam seus produtos nas ruas, feiras e por incrível que pareça nas portas das escolas. Se vendem na porta da escola tem algo irregular, uma vez que lá só estudam crianças e adolescentes, que por sua vez deveriam ser protegidos pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Já presenciei por várias vezes crianças soltando bombas nas ruas da Areia Branca. Isso é lamentável. assistimos diariamente casos de crianças mutiladas por acidentes por fogos de artifícios, bombas e etc.., Mais uma vez gostaria que você levasse este aviso aos pais, as autoridades deste município.

atenciosamente,

Danilo da Silva Andrade

Comércio de fogos de artifício preocupa leitor

  1. Alex Portela disse:

    Essa explosão estremeceu o bairro castelo branco, pareceu um inicio de terremoto. Um absurdo um filho deixar a mãe que mora sozinha vender fogos de artificios, ja que a mesma não precisava e fazia isso de hobby. Por um milagre, ela saiu ilesa de lá, acho que se não fosse a intervenção divina, o maior acidente da história de Juazeiro poderia ter acontecido no bairro.

  2. Feeling disse:

    É só chegar essa época do ano e os acidentes acontecem.É preciso redobrar a atenção para não se machucar o pior é que na maioria das vezes a culpa está irresponsabilidade dos arruaceiros que insistem fazer guerra de espadas sem local e roupa apropriados!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *