Com oposição silenciosa, homenagens a FBC e Miguel são aprovadas na Câmara Municipal

por Antonio Carlos Miranda // 17 de novembro de 2022 às 15:00

Foto: Nilzete Brito/Ascom CMP

Passou sem polêmicas na Câmara Municipal de Petrolina, na sessão plenária desta quinta-feira (17), os projetos de Decreto Legislativo 043/22, 044/22 e 045/22 – todos de autoria da bancada de situação –, propondo homenagens ao senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) e ao ex-prefeito Miguel Coelho (UB).

O projeto 043 concede a Medalha de Honra ao Mérito Dom Malan a Fernando Bezerra, pela sua atuação política em prol do desenvolvimento da Capital do São Francisco. A medalha é a condecoração máxima da Casa Plínio Amorim a autoridades e personalidades que prestam serviços relevantes a Petrolina.

Miguel Coelho também será agraciado com a medalha Dom Malan, por meio do projeto 045. Além disso, ele também receberá o Título de Cidadão Petrolinense, uma vez que nasceu no Recife (PE). A proposta está no projeto 044. Os três foram aprovados por 18 votos a zero.

O detalhe é que, enquanto os aliados não mediram palavras para enaltecer os dois políticos e o trabalho deles, da parte dos oposicionistas o silêncio imperou. Mesmo respaldando as matérias, aqueles presentes à sessão de hoje preferiram se manter restritos à votação dos projetos. E mais nada além disso.

Com oposição silenciosa, homenagens a FBC e Miguel são aprovadas na Câmara Municipal

  1. barbosadovale@yahoo.com.br disse:

    Também, se não fosse. Os vereadores, principalmente o PR da Câmara é capacho de ambos.

  2. Defensor da liberdade disse:

    O serviço relevante do galeguinho: asfalto de farofa

  3. Crítico disse:

    Injusto isso, pois deveriam fazer homenagem a Júlio Lóssio.

  4. Roberto disse:

    A turma do pula pula!

  5. Silvio Clementino da Cruzadas disse:

    Justíssima homenagem, fizeram muito por Petrolina e região. Desconheço alguém que tenha feito nem a metade.

  6. Maria disse:

    Fernando Bezerra e Miguel fizeram por voluntariado, utilizando dinheiro do próprio bolso?
    Então, fizeram por obrigação, porque são empregados do povo, recebem salários pagos com os impostos do povo. Portanto, apenas cumpriram com a obrigação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.