Com déficit de R$ 50 milhões anuais, Miguel Coelho terá de cortar na carne sem abrir mão de investimentos

6

Um déficit de R$ 50 milhões por ano. Foi esse o montante negativo que a equipe do prefeito de Petrolina Miguel Coelho (PSB) encontrou, caso o gestor continuasse com a política administrativa implantada pelo antecessor Julio Lossio (PMDB). “Era uma política maluca, sem qualquer responsabilidade com o erário. Se continuasse assim a prefeitura iria quebrar“, disse uma fonte ao Blog.

Miguel terá então que cortar na carne e implantar uma política fiscal austera para conseguir equacionar os números. Vai precisar ainda de jogo de cintura e habilidade para administrar um passivo grande, sem abrir mão dos investimentos.

6 COMENTÁRIOS

  1. Sempre a mesma cantiga: que a gestão anterior deixou rombo, mas, gastou milhões em festas de São João. A gestão atual fazendo a mesma coisa da anterior. A política desse país não muda…

  2. Rapaz, votei nele pois não suportava mais Lossio e aquele povo ‘verdinho’, mas, essa historia ai já está ficando cansativa. Miguel falou muito de rombo da ultima gestão ainda em Dezembro do ano passado, e agora quase um ano depois, ainda vem bater nessa tecla? Bola pra frente, troca o disco, Se tem que ser feito cortes para a cidade não quebrar, não precisa ficar inventando ‘justificativas’ como forma de tentar queimar a ultima gestão não. Faz e pronto.

  3. Ele tem mas que tirar tanto cargo de confiança,o povo colocou ele na prefeitura pra trabalha pra cidade,não ficar dando cargos aos seus,e sobre impostos sempre quem dança somos nós mortais,estou doido pra ver quando é que vai começar o NOVO TEMPO

  4. Prefeito Miguel Coelho já vai fazer 10 meses de gestão e o senhor ainda está lembrando do antigo gestor, ou isso é para justificar a demissão dos Professores??? Por que essas desculpas não existe porque o Senhor emprega tantas pessoas na prefeitura a altos salários e o povo que paga o pato??? Porque não começar a cortar os gastos com os empregados no seu governo para enxugar a folha salarial tenho certeza que a folha salarial do novo tempo é mais alta do que a antiga gestão e outra preciso o Novo Tempo começar a trabalhar. O senhor mais João Rafael da Compesa falava em rádios e blogs que Petrolina deixou de investir aqui por causa de birra política do ex-prefeito com a Compesa e hoje o senhor com a Compesa nesses 10 meses de gestão era pra estar bem melhor, coisa que percebemos é que está pio. Então o que está acontecendo?????

Deixe uma resposta para Carlos Cancelar resposta

Comentar
Seu nome