Coluna do Blog

5

Sem remédio ou vacina, isolamento é melhor alternativa  para conter coronavírus, diz Fernando Filho

O deputado federal Fernando Filho fez um alerta para a importância do isolamento social como medida para conter o avanço do coronavírus no Brasil. Ele avaliou que os meses de maio e junho serão difíceis, com o aumento do número de casos de Covid-19 no país, e alertou que o pico da curva de contágio ainda não foi atingido.

Ele destacou ainda as medidas aprovadas pelo Congresso Nacional para aumentar a proteção social das pessoas em situação vulnerável, como o auxílio emergencial de R$ 600,00, e para socorrer Estados e municípios, que já registram forte queda da arrecadação de impostos.

Ele explicou que a queda de arrecadação do governo federal no mês de abril foi de 30% e deve ser do mesmo tamanho ou maior em alguns Estados e municípios. Essa medida visa a auxiliar as duas esferas, para que possam ter condições de enfrentar o coronavírus, mas também manter seus compromissos em dia

O deputado opinou que ninguém sabe como o vírus vai se comportar e por isso reforça  necessidade de isolamento.

O que estamos vivendo é algo que ninguém sabe como vai se comportar ou qual é a melhor resposta. Há países que acharam melhor não adotar o isolamento e depois voltaram atrás. Outros fizeram, mas com um impacto muito grande na atividade econômica. Existe hoje uma politização exacerbada nos mais diversos Estados e essa vontade de querer acertar. O fato é que temos que minimizar o número de vidas perdidas e, na ausência de um remédio ou de uma vacina, a gente tem que apostar no isolamento social”, defendeu Fernando Filho.

Sem o selo

O Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem de Pernambuco alerta que os profissionais de saúde estão recebendo Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) sem o selo de regulamentação. Alguns modelos de máscaras, que vieram da China, têm a sua comercialização proibida no Brasil. A entidade cobrará a certificação desses materiais distribuídos pelo Estado, municípios e rede privada.

Contra a pandemia, arte

A Prefeitura de Juazeiro (BA) vai usar a arte e os talentos locais para conscientizar a população sobre medidas preventivas ao contágio pelo novo coronavírus. Ontem (14) o prefeito Paulo Bomfim enviou para a Câmara de Vereadores proposta de criação do Projeto ‘Arte Contra a Pandemia’, que contemplará produções locais nas mais diversas linguagens.

Enem adiado

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) defende que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 sejam adiadas por conta da pandemia do coronavírus. Para ele, não é possível saber se até novembro a pandemia terá se dissipado a ponto de a prova ocorrer sem ocasionar prejuízos aos alunos.

Cuidou e pegou

Em Iguaracy (PE), mais 2 casos para Covid-19 foram registrados. Trata-se de um profissional de saúde que acompanhava um paciente testado positivo para Coronavirus

5 COMENTÁRIOS

  1. Deputado FBC-Filho que devia está sendo isolado da população seria os Ja atestados com o Vírus chinês em um hospital de campanha pra um tratamento e sendo acompanhado pelo um medico.. Ai sim evitaria a contaminação de uma população.

    É mas facil isolar 60 ou 100 pessoas do quê isolar uma cidade inteira como Petrolina que hoje chega a 400 mil abitantes.

  2. Quero ver se vão passar um ano com está conversinha, primeiro era quinze dias, já estamos quase com 2 meses e continua a mesma coisa,para o político é bom demais pois todo mês o dinheiro cai na sua conta bancados pela nação e o povo que se fod…,como se diz pimenta no C…. Do outros é refresco.

  3. Fez uma afirmação sem levar em consideração a situação de n pessoas que não podem se dar ao mesmo luxo que ele pode. Na situação dele é fácil falar.

    • Concordo com o Deputado. Não é questão de situação A ou B. É necessidade mesmo! Vamos enxergar que estamos numa situação de guerra e numa guerra todos tem que se proteger de alguma forma.
      Agora, se você estivesse sob bombardeio você iria enviar suas crianças para a escola? Você iria ao trabalho, para a rua, ou iria se esconder? A situação que estamos vivendo é essa: De guerra!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome