Coluna do Blog

1
Crédito da foto: Ivaldo Reges/divulgação

Em Sobradinho, Bolsonaro tenta ser menos polêmico  

Pela segunda vez no Estado da Bahia em menos de um mês, o presidente Jair Bolsonaro inaugurou ontem (5) em Sobradinho, no norte do Estado, uma usina solar flutuante desenvolvida pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e que deve beneficiar várias atividades na região, a exemplo da fruticultura irrigada. Colecionador de polêmicas, Bolsonaro tentou ser mais comedido desta vez. Mesmo assim, não conseguiu deixar de ser Bolsonaro.

A exemplo da visita a Vitória da Conquista, no último dia 23 de julho, quando inaugurou o Aeroporto Glauber Rocha, o presidente voltou a lembrar a última controvérsia envolvendo os governadores nordestinos, aos quais chamou de ‘paraíbas’.

O governador da Bahia, Rui Costa, do PT, não participou do evento. No último dia 23, ele também não participou da inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista.

O meu relacionamento é com o povo do Nordeste. Ninguém proibiu o governador de estar aqui. Da vez passada, quando estive em Vitória da Conquista, ele determinou que a Polícia Militar não participasse da nossa segurança. Então, quem tem algum preconceito é ele. Se ele viesse aqui seria muito bem-vindo. Não teria sido falado nada contra ele, ou hostilizado. Agora quem está com medo de encarar seu próprio povo é ele e não eu”, afirmou. Eu não posso admitir que governadores como o do Maranhão e da Paraíba façam ‘politicalha’ no tocante à minha pessoa”, completou.

Até mesmo quando rebateu uma reportagem do Estadão, sobre a Caixa Econômica ter reduzido a concessão de empréstimos aos Estados do Nordeste, o presidente não baixou o tom.  “Eu não estou aqui para fazer média. Não estou aqui com colegas nordestinos para fazer média. Não existe essa história de preconceito. Agora, eu tenho preconceito com governador ladrão que não faz nada para o seu Estado“, declarou.

Enquanto Bolsonaro diz que “boa parte” dos governadores nordestinos “é socialista e não comunga dos mesmos interesses” do seu governo, os gestores do Nordeste se uniram em torno de um consórcio para buscar investimentos à região. Pelo visto, ninguém pretende baixar a guarda nesse debate político-eleitoral que deveria ter sido encerrado em outubro do ano passado. O presidente, que foi eleito pela grande maioria dos brasileiros, deveria dar o primeiro passo, mas seu estilo não deixa. “Sou assim mesmo”, confessou recentemente.

 Negócios e política

Há muitas dificuldades, mas também há muitas razões para ter esperança no Brasil, e o cooperativismo é um destes motivos”. O autor desta frase é o ex-ministro da Fazenda do Governo Itamar Franco e do Meio Ambiente, Recursos Hídricos e da Amazônia Legal, do Governo Fernando Henrique Cardoso, Gustavo Krause. O ex-governador de Pernambuco, boêmio e de astral altíssimo vai estar em Petrolina nesta quarta (7) para uma palestra. A cena política deveria prestigiar e conferir suas dicas.

Gonzaga na estrada

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) está correndo trecho. Só no último final de semana passou por Petrolina, Cabrobó e Belém do São Francisco. Em Petrolina, Gonzaga conversou com de representantes de associações de Transporte Alternativo do Sertão do São Francisco, Sertão Central, Araripe, Sergipe, Alagoas e Bahia para discutirem sobre a Lei nº 13.855, sancionada pelo presidente Bolsonaro, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que dispõe sobre transporte escolar e transporte remunerado não licenciado.

A candidata do PT a prefeita

Em Casa Nova (BA) o ex-prefeito de Juazeiro (BA), Isaac Carvalho, convenceu Joelma a aceitar o convite feito pelo senador Jacques Wagner para que se filie ao Partido dos Trabalhadores (PT). Assim, ela deve disputar a prefeitura da cidade pela legenda. Joelma tinha sido convidada por vários outros partidos como o PDT, Podemos, PP e PCdoB.

As contas de Dédi

Começa às 10h de hoje (6) a primeira sessão ordinária, depois do recesso, da Câmara de Vereadores de Orocó, Sertão do São Francisco. A expectativa é sobre a votação das contas do ex-prefeito Reginaldo Crateús, o ‘Dédi’, referentes ao exercício financeiro do ano de 2013. Os números já estão nas comissões. A recomendação do TCE é para rejeição.

Lixão eliminado em 90 dias

O TCE-PE considerou que a administração do município de Parnamirim, Sertão Central do Estado, comete crime ambiental ao destinar de forma inadequada os resíduos sólidos e ainda implica em degradação do meio ambiente, trazendo riscos à saúde dos cidadãos, e que até o momento inexiste plano de ação da prefeitura para a correta disposição de resíduos sólidos. O prefeito Tácio Pontes tem 90 dias para eliminar o lixão.

1 COMENTÁRIO

  1. “O presidente, que foi eleito pela grande maioria dos brasileiros” , Não Carlos Britto ou redator desse texto, Bolsonaro não foi eleito pela grande maioria do povo brasileiro, considerando abstenções, nulos, brancos e votos ao outro candidato. Portanto, Bolsonaro tem uma grande oposição, principalmente, dos que não votaram nem nele nem em Haddad, aproximadamente 43 milhões de brasileiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome