Coluna do Blog

por Carlos Britto // 07 de dezembro de 2018 às 07:00

Deputados sertanejos comemoram diplomação

Foram diplomados nesta quinta (6) os 49 deputados eleitos para a 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no período entre 2019 e 2023. Entregues pela Justiça Eleitoral, os diplomas representam a confirmação da vitória dos candidatos nas eleições de outubro e certificam que os escolhidos pelo voto estão aptos a tomar posse nos cargos em fevereiro. A cerimônia aconteceu no Classic Hall, em Olinda, Região Metropolitana do Recife (RMR).

Os eleitos em Pernambuco foram os primeiros do País a participar da diplomação, ato que marca também o fim do processo eleitoral. Além dos deputados estaduais, também receberam o documento o governador reeleito Paulo Câmara (PSB) e a vice-governadora eleita Luciana Santos (PCdoB), assim como os senadores e deputados federais escolhidos no Estado.

Os deputados federais e estaduais de Petrolina comemoraram esse momento. Os federais com domicílio na principal cidade do Sertão são Fernando Filho (DEM) e Gonzaga Patriota (PSB).

Os estaduais diplomados foram Antonio Coelho (DEM), Dulcicleide Amorim (PT) e Lucas Ramos (PSB).

Agora que o ano eleitoral está acabando, espera-se que todos os eleitos desarmem os palanques e possam buscar benefícios para a comunidade, esquecendo um pouco o clima eleitoral. Que foi muito acirrado, diga-se de passagem.

Bandeira na berlinda

Candidato a deputado estadual este ano, o ex-prefeito de Juazeiro (BA), Joseph Bandeira (SD) foi condenado a devolver mais de R$ 280 mil aos cofres públicos. De acordo com a decisão do desembargador Jatahy Júnior, Bandeira não prestou contas da campanha deste ano, mesmo tendo sido regularmente citado a apresentar a contabilidade referente à sua campanha eleitoral.

Ironia e chacota no Sertão do Pajeú

Uma ironia que virou chacota no Sertão do Pajeú. Na Câmara Municipal de São José do Egito (PE), o vereador Euclides Ronaldo Leite (PT), mais conhecido como Rona Leite, posicionou-se a favor do veto do prefeito Evandro Valadares (PSB) a uma emenda modificativa de sua própria autoria. Ou seja, o petista votou contra algo que ele mesmo propôs.

Contra brecha na LRF

O deputado federal Aleluia (Democratas-BA) votou contra e lamentou a aprovação do projeto, na última quarta (5), que livra de punição prefeitos que ultrapassem mais de 60% da receita do município com funcionários. “A Lei de Responsabilidade Fiscal foi uma conquista da população brasileira no sentido de exigir responsabilidade e compromisso com o dinheiro público. Abrir uma brecha para maus gestores é um convite ao mau uso dos recursos da cidade”, acusou Aleluia.

Coluna do Blog

  1. Alvaro lima disse:

    Osh aqui os vereadores da situacao votam toda hora a favor de vetos aos projetos dele mesmo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *