Coluna da Folha: Vereadora de Olinda responsabiliza Luciana Santos por caos na saúde

por Carlos Britto // 15 de novembro de 2022 às 07:00

Foto: Diego Galba/VG

Em Olinda, a vereadora Dete Silva (PCdoB) responsabilizou diretamente a governadora de Pernambuco em exercício e sua colega de partido, Luciana Santos (PCdoB/foto), pelo que chamou de “caos” com as mortes que estão acontecendo no Hospital Otávio de Freitas, no Recife. As críticas sobraram ainda para o secretário de Saúde, André Longo, e para o próprio governador Paulo Câmara (PSB).

A vereadora colocou em suas mídias sociais alguns vídeos em que aparece exigindo que a governadora tome providências em relação ao descaso com os pacientes  internados no hospital.

Luciana, faço um apelo urgente a você. As pessoas aqui estão morrendo, precisando de socorro. E você foi eleita para resolver isso. Cadê o secretário de Saúde, que até agora não tomou providência? Eu acredito que você assiste televisão. Secretário, faça alguma coisa”, desabafou, em uma das gravações.

As críticas de Dete Silva aconteceram após sua nora precisar de atendimento médico na unidade de saúde. Segundo ela, a paciente tem problemas renais graves e corre risco de morte.

Eu conheço a vice-governadora, já fiz apelo a ela, a todo mundo. Luciana, você que recebe todo mês, que o povo paga a você e Paulo Câmara, venha aqui. Minha nora está internada em estado gravíssimo, uma situação deplorável. Se ela morrer, a responsabilidade é do secretário de Saúde e de você (Luciana), que não está fazendo nada e sabe”, declarou, aumentando o tom.

Bem avaliada

Secretária da pasta de Recursos Hídricos e Infraestrutura de Pernambuco, Fernandha Batista é a única representante do Estado que não ocupa cargo eletivo na equipe de transição do presidente Lula. Técnicos do Interior, do andar de baixo de sua secretaria, registram que a secretária costuma consultá-los sobre quais intervenções são prioridade ou merecem mais atenção. Fato raro em gestores que costumam atender somente demandas dos aliados políticos.

Mal avaliada

O mesmo elogio não pode ser registrado à equipe de imprensa e comunicação do Governo Paulo Câmara. O que se registra em todo o Interior é uma política tacanha de falta de atenção e perseguição. É raro um profissional de imprensa saber, sequer, o nome do secretário de Imprensa do Estado. Tratou sem importância o que não era metropolitano.

Agradecendo

Foi na companhia do esposo, André Cacau, que a deputada federal Marília Arraes (SD) fez uma visita ao Sertão. Ela andou por Bodocó, Exu, Mirandiba, Ouricuri, Parnamirim, Serrita, Granito, Moreilândia e terminou em Salgueiro, onde se reuniu com o grupo que permanece unido para próximas eleições. Marília obteve 9.759 votos no primeiro turno, perdendo apenas para Miguel Coelho (UB) que teve 9.776 votos. No segundo turno ela pulou para 20.369 votos, vencendo Raquel Lyra (PSDB), que ficou com 11.576 votos.

A vice coleguinha

Acaba de assumir a prefeitura de Floresta, no Sertão, a vice-prefeita Bia Numeriano (PSDB). Ela assume interinamente durante uma breve parada para um descanso da prefeita Rorró Maniçoba (PSB). A gestora e sua vice são coligadas e vivem trocando elogios nas mídias sociais, mesmo apoiando candidatos diferentes nas eleições para o Governo de Pernambuco. Bia apoiou Raquel, enquanto Rorró ficou com Danilo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.