Coluna da Folha: Simão em clima de harmonia com o legislativo

por Carlos Britto // 18 de novembro de 2022 às 07:00

Foto: Pinochet/divulgação

Passadas as eleições para o Governo de Pernambuco, os holofotes já viram automaticamente para 2024, ano de eleição para prefeito. Quem busca se reeleger, precisa sempre ter uma base de apoio consistente na câmara de vereadores para a aprovação de projetos e para evitar desgastes políticos.

Em Petrolina, até agora, o prefeito Simão Durando (UB) tem conseguido mostrar habilidade na relação com os vereadores. O gestor tem consolidado um clima de harmonia e respeito institucional, o que lhe assegura uma necessária paz para iniciar 2023, um ano em que estará sob análise da população e da classe política.

Ontem, num evento na Câmara de Petrolina, foi possível perceber o ambiente de estabilidade entre o Executivo e o Legislativo Municipal. Simão Durando foi bem recebido, demonstrou estar confortável e trocou muitas conversas ao pé do ouvido com os vereadores.

Hoje, o prefeito que substituiu Miguel Coelho (UB) detém maioria política folgada na Câmara, sofrendo apenas uma baixa: o vereador Ronaldo Silva (PSDB). Mas, isso, antes mesmo do gestor assumir a comando da prefeitura.

Mantida essa relação e o clima de harmonia, Simão terá a paz política essencial para enfrentar um ano desafiador que promete ser 2023.

Na agenda

O deputado federal Augusto Coutinho (Republicanos) viajou para o Sertão do Araripe ontem para cumprir agendas em Trindade, Exu, Parnamirim e Ouricuri. O parlamentar, que foi o mais votado na região, pretende reafirmar compromissos para seu quarto mandato na Câmara dos Deputados.

O homem do relógio disse adeus

Garanhuns, no Agreste, sentiu muito o falecimento do ex-prefeito Ivo Tinô do Amaral.  Ele tinha 88 anos e ficou marcado por grandes obras como, talvez, o maior o símbolo da cidade, o relógio de flores, que idealizou em sua primeira gestão como prefeito (1976 a 1982). Ele foi prefeito por duas vezes e também deputado estadual por dois mandatos. Ficará lembrado como um prefeito que enxergava o futuro.

O afastamento

O prefeito de Vertente do Lério, Renato Sales (MDB), pediu afastamento do cargo. Ele pretende fazer uma revisão medica e por isso pediu à Câmara Municipal que autorizasse sua licença. No pedido, foi enviada a solicitação médica em anexo. O vice-prefeito é Fábio França do PSB.

Harmonizado

Até aqui, o clima da transição de governo em Pernambuco permanece em perfeita harmonia. A coordenadora do processo, vice-governadora eleita, Priscila Krause tem destacado que todas as solicitações enviadas ao Governo do Estado estão dentro do prazo de 15 dias. “O que reforcei com o secretário José Neto, nessa última reunião, a partir da orientação da governadora eleita, Raquel Lyra, é de tentar agilizar esse processo e que, na medida que as informações estiverem prontas, já possam ser enviadas“, disse ela. Priscila ouviu do secretário da Casa Civil, José Neto, que o governo do Estado está tendo responsabilidade fiscal e que as finanças estão organizadas.

Expectativa

O Solidariedade tenta emplacar o nome da deputada Marília Arraes na equipe de transição do presidente Lula (PT). A legenda a quer agora na transição, e depois em um cargo destacado. De preferência, na área do Desenvolvimento Regional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.