Coluna da Folha

por Carlos Britto // 09 de julho de 2012 às 07:00

Coluna da Folha:

Não vou falar de adversário nenhum nem de passado que não deu certo. Só sei que a Nova Petrolina que prometeram ainda não nasceu, vai nascer com a gente”.

Do deputado Fernando Filho, pré-candidato a prefeito de Petrolina.

Clima frio

A campanha eleitoral começou também nas ruas de Petrolina. O clima ainda é meio tímido. Declaradamente e em informações divulgadas na imprensa local, apenas Odacy Amorim (PT), Rosalvo Antonio (PSOL) e Fernando Filho (PSB) colocaram os seus blocos na rua para fazer o corpo a corpo com o eleitor. O prefeito Júlio Lóssio (PMDB) foi o único dos três candidatos que até o momento não divulgou qualquer movimentação de campanha.

Essa, certamente, promete ser a mais acirrada eleição da história da cidade. O prefeito Lóssio aposta na cisão da oposição para consolidar o seu projeto de permanecer no cargo.

Do outro lado estão Rosalvo Antonio (PSOL) Fernando Filho, deputado federal (PSB), e Odacy Amorim (PT), deputado estadual, que rompeu com o grupo do ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB).

A grande dúvida na cidade é se a ruptura de Odacy poderá levar os votos que garantiriam a eleição de Fernando Filho. O socialista, por sua vez, aposta na força e o engajamento do seu colega, deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), que se aliou ao grupo e indicou o seu filho Gennedy Patriota (PTB) como vice na chapa de Bezerra Filho. Como dá pra perceber, na política, a nuvem que paira nas cabeças hoje, pode não ser a mesma que vai pairar amanhã.

Direito revogado

O juiz Wagner Ramalho cassou a liminar que garantia ao prefeito de Tabira, Dinca Brandino (PSB), o direito de concorrer nas eleições municipais. Na justificativa o juiz afirma que a Câmara de Vereadores ajuizou ação ordinária pedindo a anulação da liminar: “Razão pela qual revogo a decisão e declino da competência determinando que os autos sejam enviados ao Juízo da 5ª Vara da Fazenda Pública”.

Perdeu

A candidata da oposição de Afogados da Ingazeira perdeu o apoio do PSC para o candidato da Frente Popular, José Patriota (PSB). Na convenção da coligação “União pelo Povo”, Giza até anunciou que o PSC estava com seu grupo. O partido entrou na Frente Popular por articulação do presidente municipal do PRB, Helton Santana, que fez todas as articulacões com as lideranças estaduais do PSC.

Surpresa

A decisão do deputado Maurício Rands de deixar o PT gerou surpresa também em Petrolina. A vereadora petista Cristina Costa afirmou que jamais poderia imaginar que Rands pudesse tomar tal atitude.

Apertada

As próximas eleições serão acirradas em Afrânio. Em uma pesquisa recém divulgada, o candidato Carlinhos Cavalcanti aparece com 50% da preferência. Já sua oponente, Lúcia Mariano, esposa do deputado Adalberto Cavalcanti, aparece com 49%. A disputa é voto a voto.

Novo arranjo

Depois que Lula Sampaio (PTB) desistiu de disputar a reeleição, os partidos ligados ao seu grupo começaram a tomar posições. Os nove candidatos a vereador pelo PDT anunciaram apoio à candidatura da médica Socorro Pimentel (PSL) à prefeita de Araripina.

Corpo a corpo

O clima de campanha já chegou às ruas de Iguaraci. O candidato a prefeito Dessoles Monteiro foi o primeiro a sair às ruas para fazer o corpo a corpo. Já seu oponente Antonio Torres ainda está organizando a agenda para buscar votos.

Vão gastar

Os candidatos a prefeito de Exu divulgaram uma previsão dos gastos que devem ser realizados durante a campanha. Nelson Peixoto pretende desembolsar R$ 100 mil; Leo Saraiva, R$ 300 mil; Já Jailson Bento foi mais longe e pode gastar cerca de R$ 500 mil.

Querem votos

Em Petrolina os candidatos a prefeito Fernando Filho, Odacy e Rosalvo Antonio também aproveitaram o fim de semana para fazer o primeiro contato com os eleitores e já adiantar o pedido de voto.

Coluna da Folha

  1. Toninho disse:

    Discordo de você quando você diz que Odacy retirou os votos da vitória de Fernando Filho. A conjuntura nos diz que se Odacy não estivesse na disputa, Júlio Lóssio ganharia fácil, pois os eleitores de Odacy não votariam em Fernandinho, anulando seus votos ou votando em Lóssio.
    Penso que a disputa com três nomes de peso será extremamente salutar para Petrolina, ao oferecer 3 projetos completamente peculiares para a cidade.

  2. Essa pesquisa de Afrânio... disse:

    Se você quer ver a credibilidade some as intenções de voto, aí você vai ver..
    100,2%. Qual foi a mágica?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *