Coluna da Folha

3
Foto: Jonas Santos/PMP divulgação

Miguel Coelho se aquece para 2022

O ano ainda não acabou e o prefeito reeleito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), só assumirá o segundo mandato no próximo dia 1º de janeiro de 2021. Mas o “peso da responsabilidade”, como ele mesmo diz, em relação à votação histórica que obteve nas urnas no último dia 15 de novembro, mantém o gestor focado naquilo que seu eleitorado acreditou.

Além de já anunciar mais obras de pavimentação pela cidade sertaneja, o prefeito continua firme no seu alinhamento com o governo federal. Na última sexta-feira (11), o ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni veio a Petrolina anunciar a construção de complexos esportivos do Programa ‘Brasil em Campo’.

A parceria com o Governo Bolsonaro tem feito Miguel Coelho avançar com investimentos estruturais em Petrolina, que em Pernambuco tem se destacado por conta disso. Afinal, o prefeito tem ao seu lado Fernando Bezerra Coelho (MDB), líder de Bolsonaro no Senado, e Fernando Filho (DEM) na Câmara dos Deputados – seu pai e irmão, respectivamente – viabilizando as ações e/ou apresentando as emendas para a prefeitura.

Com o desempenho nas urnas e a “força política” que sempre destaca, fica quase impossível não ver Miguel Coelho num cenário eleitoral de 2022, brigando pelo Palácio do Campo das Princesas. Evidentemente, falta muito tempo ainda e essa costura nunca é tão simples assim. Mas Miguel já está se aquecendo para esse jogo. Disso, ninguém duvide.

Concurso da discórdia

Em Tabira (PE), a prefeita eleita Nicinha Brandino (MDB) criticou duramente o atual prefeito, Sebastião Dias, por nomear aprovados em concurso público nos últimos 180 dias anteriores ao final do mandato, contrariando a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ela disse que sua assessoria jurídica analisará a legalidade do ato, mas fez questão de tranquilizar os convocados.

Fora do PT?

Em Serra Talhada (PE), o prefeito Luciano Duque recebeu convite para deixar o PT e se filiar ao PP, em troca de uma boa estrutura pela qual pudesse competir com chances de conquistar uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Duque ainda não comentou.

Nas mãos da justiça

Está nas mãos do TSE o Recurso Especial Eleitoral do prefeito reeleito de Tuparetama, Sávio Torres (PTB), que tenta garantir sua diplomação. O relator do caso será o Ministro Tarcísio Carvalho Neto. Segundo o Blog de Nill Júnior, ele deve tomar a decisão monocraticamente, já que o pleno só volta em fevereiro, depois do recesso.  Após ouvir a Procuradoria Eleitoral, Neto deve decidir o futuro de Sávio de forma liminar.

Uma lembrança

Oriundo do histórico MDB, o deputado federal sertanejo Gonzaga Patriota (PSB) foi mais uma autoridade a lamentar o falecimento do amigo Carlos Eduardo Cadoca, ontem (13) no Recife, vítima de Covid-19. Gonzaga lembrou ter conhecido Cadoca ainda na década de 60, quando trabalhava na Rede Ferroviária e no Sindicato do dos Ferroviária do Nordeste. Depois, já como parlamentar, o admirou ainda mais.

Pediu cassação

Em Flores (PE), o Ministério Público Eleitoral, por meio do promotor Olavo da Silva Leal, entrou com Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) por abuso de poder econômico, abuso de poder político e por utilização de veículos e meios de comunicação social contra o prefeito Marconi Santana (PSB). O vice eleito, Cícero Moizés (PSB) também é citado.

3 COMENTÁRIOS

  1. O que senhor prefeito deria cuidar também BR 407 pois começando do bairro Cosme Damião até próximo a Pedro Baiano tá um verdadeiro deposito de lixo, já que alguns porcos saindo da cidade e fazendo suas chácaras a beira da BR pegam seus lixos e jogam em todo lugar, será que o prefeito e seus secretários não andam naquele região,ver se coloca uns coletores de lixo naquela região pra ver se os porcos tem coragem de jogar seus lixos, já que não tem coragem de trazer para cidade e dá o destino correto.

  2. Sonhar ainda é de graça, mas vai ser bom ver a surra que o galeguinho vai levar. Vai pensando que o povo da RMR é trouxa, para votar em gente que eles nem sabem quem são, ainda mais dessas banda de cá.

    E pela quantidade de prefeitos que FBC elegeu, é que eu tiraria o cavalo da chuva mesmo.

  3. Contar com apoio de Bolsonaro? Kkkkkkkk a alimária não elegeu nem vereador, vai eleger governador, o povo sacou a demagogia, teve minion doente que recebeu menos votos que psolista kkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome