CNM critica alcance de Pacote Habitacional

por Carlos Britto // 28 de março de 2009 às 19:00

O pacote habitacional lançado pelo governo deixará de atender a mais de 60,4 milhões de pessoas que vivem em cidades que foram excluídas do programa federal.

A soma dos moradores nos municípios que serão beneficiados chega a 111,5 milhões de pessoas, de acordo com levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

A promessa do governo é construir 1 milhão de moradias em cidades com mais de 100 mil habitantes, que estão em regiões metropolitanas ou capitais. Das mais de 5.000 cidades brasileiras, 573 se enquadram nesse perfil. “Só 120 dos municípios elegíveis ao programa estão em condições de assinar contratos. Os outros 453 estão inscritos no cadastro de inadimplentes do governo federal. O pacote é fundamental, mas é preciso ver como aperfeiçoar o programa”, afirma o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *