CNBB Nordeste inicia preparações para 26ª edição do Grito dos Excluídos

2

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Nordeste 2, por meio da Comissão Pastoral para a Ação Sociotransformadora, iniciou neste sábado (15) uma série de encontros em preparação para a 26ª edição do Grito dos Excluídos. Chamados de ‘Pré-grito’, os eventos online reunirão clérigos, religiosos e leigos dos Estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte em torno do tema “Vida em primeiro lugar”. Ao todo serão quatro conferências transmitidas ao vivo pela plataforma Google Meet, sempre das 15h às 17h, iniciando por ontem e nos próximos dias 22 e 29 de agosto, e 5 de setembro. A cada encontro haverá momentos de oração, debate, formação e partilha. Para participar das atividades, os interessados devem fazer a inscrição gratuita por meio do formulário neste link.

O bispo de Garanhuns (PE) e presidente da CNBB NE2, dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa, participou da Pré-grito de estreia. Além dele, também estiveram presentes o bispo auxiliar de Olinda e Recife e presidente da Comissão para a Ação Sociotransformadora do Regional, dom Limacedo Antônio da Silva, e o arcebispo da Paraíba e referencial para a Cáritas NE2, dom Manoel Delson Pedreira da Cruz.

Com o tema “Resgatando à mística e a espiritualidade do grito dos excluídos/as: ‘Não deixemos morrer a profecia’”, o primeiro encontro será assessorado pelo bispo de Caicó (RN) e vice-presidente da CNBB NE2, dom Antônio Carlos Cruz Santos. No dia 22, o Pré-grito discutirá a “História e memória do Grito dos Excluídos/as no Brasil”. O tema será apresentado pelo membro da coordenação nacional do Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM), Roberto Saraiva. A mediação do debate será feita pelo agente pastoral da Diocese de Patos (PB), Irenaldo Pereira.

O tema geral do Grito dos Excluídos deste ano “Vida em primeiro lugar” norteará o encontro no último sábado de agosto, dia 29. O membro da coordenação colegiada da Pastoral Operária Nacional, Jardel Lopes fará a exposição do tópico. Em seguida, o debate seguirá com a mediação da agente de pastoral da Diocese de Palmares (PE), Celidalva Veloso. No dia 5/09, a conferência intitulada “Ouvir o clamor do povo” encerrará a série de Pré-gritos em preparação para o grande evento na segunda-feira seguinte, feriado de 7 de setembro. O encontro terá a assessoria do secretário executivo do Centro Nacional de Fé e Política Dom Helder Câmara (Cefep), padre Paulo Adolfo. Mediará o último debate a integrante da coordenação da Escola Regional de Fé e Política Padre Humberto Plummen, Carla Caminha.

2 COMENTÁRIOS

  1. Que esses homens de Deus abram os olhos e apoiem o Messias. Com ele no Governo não tem corrupção que é a grande corroedora do suor de quem trabalha e flagelo da humanidade. Viva o Messias Bolsonaro, esse sim acredita em Deus.

  2. Que esse homens de Deus, continuem lutando em favor da vida. O grito dos excluídos veio para mostrar, as desigualdades sociais e retirada dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. E como o atual presidente, tem um projeto de morte e não vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome