Cidades do Sertão pernambucano e baiano no roteiro de pesquisadores norte-americanos para estudos sobre potencial aquícola da região

0

Petrolina e Cabrobó, em Pernambuco, e Sobradinho e Remanso, na Bahia, são alguns dos municípios da região do São Francisco inseridos no roteiro de pesquisadores norte-americanos que realizarão estudos sobre o potencial aquícola da região.

Nos próximos dez dias, pesquisadores da Universidade de Auburn, sediada no estado do Alabama (EUA), visitarão o submédio e o baixo São Francisco para conhecer atividades de pesca e aquicultura e realizar estudos sobre o potencial aquícola da região. A ideia é montar um protocolo de indução de reprodução, desova e larvicultura do Pirá (Conorhynchos conirostris), espécie endêmica e considerado peixe-símbolo da bacia do rio São Francisco. O grupo também avaliará alternativas para otimizar e dinamizar as potencialidades dos recursos pesqueiros da região.

A visita é parte de um acordo de cooperação técnica e acadêmica firmado em abril do ano passado, entre a universidade e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Até o dia 14 de abril, o grupo conhecerá in loco projetos e unidades da Codevasf ligados à aquicultura e pesca nos estados de Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. A comitiva estará acompanhada de técnicos da Companhia e da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) do MI.

Roteiro

O roteiro terá início nos municípios de Petrolina e Sobradinho. Na cidade baiana, está prevista visita ao terminal pesqueiro, à hidroelétrica e a projetos de aquicultura no reservatório de Sobradinho. De lá, ainda na Bahia, as equipes seguirão para os municípios de Remanso e Pilão Arcado, onde se reunirão com pescadores. Em Pilão Arcado, haverá visita ao ‘porto de passagem’, à fábrica de gelo e ao entreposto de comercialização de pescado.

Em Petrolina, os pesquisadores conhecerão o Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro, mantido pela Codevasf. No deslocamento para Cabrobó está prevista visita à estação de bombeamento do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Ainda em Pernambuco serão visitados projetos de piscicultura no reservatório de Itaparica, em Itacuruba, Petrolândia e Jatobá. De lá, os pesquisadores vão para Sergipe e em seguida Alagoas. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

5 × 2 =