Chuva prejudica safra de milho no Sertão pernambucano e preços sobem

por Carlos Britto // 24 de junho de 2009 às 13:20

miljoA chuva prejudicou a safra de milho no Sertão pernambucano. Em Petrolina, o consumidor tem que pesquisar muito para encontrar um preço melhor e preparar uma mesa farta neste período de festas.

Na feira livre da cidade, poucos vendedores e preços bastante variados. O comerciante Hermano José de Souza estava vendendo cem espigas a R$ 30. Ele explica a alta do preço. “A tendência é aumentar ainda mais, porque a chuva atrasou a produção de milho”, disse. “Mesmo assim a procura está boa”.

Para o produtor Francisco da Silva, o milho está feio e pequeno, o que justifica sua venda a um preço mais baixo: R$ 18 por cem espigas. “É melhor baixar o preço, se não a gente perde tudo”, comentou. “O patrão disse para baixar. A gente vende até seis por R$ 1”.

Alguns consumidores acham que o preço está bom. “Tem que aproveitar para levar para casa”, afirmou o aposentado Evandro dos Santos. Já a costureira Dinalva Francisca reclamou. “Está caríssimo, no ano passado eles vendiam oito milhos por R$ 1, este ano são apenas cinco”.

A diferença de preços chega a 50% – em outra feira na mesma cidade, o cento de milho é vendido, em média, por R$ 15. “O milho de primeira está R$ 20 o cento, o de segunda fica entre R$ 12 e R$15”, oferta o produtor Humberto Evelino. O melhor é pesquisar, para garantir o ingrediente mais importante na preparação dos quitutes juninos.

Informações do pe360graus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *