Casos de sequestro-relâmpago aumentam em Petrolina e Afrânio

por Carlos Britto // 21 de fevereiro de 2019 às 12:00

(Foto: Ilustração)

Apesar de, mês a mês, a Secretaria de Defesa Social (SDS) anunciar que os registros de roubos e furtos em Pernambuco estão em queda, uma antiga modalidade de crime continua em crescimento e desafia a polícia. Estatísticas revelam que o número de sequestros-relâmpago aumentaram 41,3%. Foram 171 ocorrências no ano passado contra 122 em 2017. O levantamento foi obtido pelo Jornal do Commercio por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Os números mostram que houve aumento dos casos em municípios da Região Metropolitana do Recife e também no Sertão, onde pelo menos dois municípios chamam a atenção. Em Petrolina, 13 sequestros-relâmpago foram contabilizados pela polícia no ano passado. Já em 2017 foram quatro ocorrências. Um aumento de 225%. No município de Afrânio, três vítimas em 2018. Nenhum caso foi registrado em 2017. As informações são do JC Online.

Casos de sequestro-relâmpago aumentam em Petrolina e Afrânio

  1. Afrontado disse:

    Em Afrânio é mentira. Não aconteceu nada disso.

  2. Petrolinense nato disse:

    Aqui em Afranio teve sequestro relampago? Ah, relampago teve foi muito… Ai o entrevistador nem esculta direito e ja bota na estatistica… Eita Brasil…. kkk

  3. aqui em AFRÂNIO O SEQUESTRO RELÂMPAGO FOI TÃO RÁPIDO QUE NINGUÉM FICOU SABENDO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *