Casa Nova: Pré-candidato a federal, vereador aliado contesta informações do prefeito sobre queda do FPM

0

Joao Honorato_535x311Em Casa Nova, no norte da Bahia, o vereador e pré-candidato a deputado federal, João Honorato (PP), contestou uma recente declaração do prefeito Wilson Cota (PMDB), divulgada por um portal de notícias da cidade, que afirmou sobre a necessidade de fazer cortes na administração devido às perdas no Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Cota também argumentou estar sendo prejudicado pelos sequestros mensais para cobrir débitos deixados pela gestão passada.

Sobre o FPM, Honorato – que é aliado do prefeito – rebateu os números. Segundo ele, o FPM fez o contrário: aumentou de dois anos para cá.

À imprensa, o pré-candidato apresentou os dados do dia 1º de janeiro a 15 de junho dos anos 2012, 2013 e 2014.

Em 2012 o FPM foi R$ 11.542.829,19; em 2013, R$ 12.792.885,56 (um acréscimo de 10,8%); e em 2014, R$ 13.812.386,16 (um aumento de 19,6% comparado a 2012). “Resumindo: não houve queda, ao contrário, houve um aumento significativo nos valores repassados”, afirmou Honorato.

Segundo ele, o que ocorre é que os valores repassados, em boa parte, têm sido direcionados, de fato, à Receita Federal para ajustes na arrecadação do município. Ele ressaltou ainda que desde o início da gestão de Cota vem alertando para erros na execução orçamentária, nos quais créditos do ISS vêm sendo contabilizados como IPTU, com a ajuda de especialista contábil. E sugeriu ao prefeito promover a tão falada auditoria, que seria feita no início de sua gestão, mas até agora ficou só no papel, além de promover uma sindicância para sanar possíveis erros contábeis. (Foto/reprodução)

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome