Campo Alegre de Lourdes: Fórum de Entidades Populares repudia visita de Bolsonaro em meio à pandemia

13
Foto: Sergio Lima/Jc Imagem

O pequeno município de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, é a primeira agenda administrativa do presidente Jair Bolsonaro, desde quando anunciou estar curado no novo coronavírus (Covid-19). Ele participará nesta quinta-feira (30) da inauguração de um sistema adutor de abastecimento d’água. Mas nem todos se mostram satisfeito pela presença de Bolsonaro em Campo Alegre.

Por meio de nota de repúdio, o Fórum de Entidades Populares criticou a visita, sobretudo pela forma como Bolsonaro vem conduzindo a questão da Covid-19 no país. O fórum também ressalta que a adutora, cujas obras começaram em 2013 no Governo Dilma, estava pronta desde 2018 e apenas a primeira etapa, que leva água para a sede do município, está em funcionamento. “Diversas comunidades rurais, incluídas no projeto, ainda não foram beneficiadas. As obras da segunda fase seguem em andamento”, frisou a nota.

Confiram a íntegra da nota, abaixo:

O Fórum de Entidades Populares de Campo Alegre de Lourdes (BA), articulação composta por organizações da sociedade civil, movimentos sociais e trabalhadores/as do campo, vem a público se manifestar contra a visita do presidente Jair Bolsonaro ao município, na manhã desta quinta-feira (30), para inauguração do Sistema Integrado de Abastecimento de Água.

Estamos enfrentando a maior crise sanitária dos últimos tempos e toda a sociedade brasileira tem sofrido os impactos da pandemia do coronavírus, agravados pela forma irresponsável que o Governo Federal conduz o país neste momento. Já são mais de 90 mil mortes provocadas pela “gripezinha” da Covid-19, além de uma série de consequências sociais e econômicas que atinge, principalmente, as populações mais vulneráveis.

Neste momento, seguir as orientações das organizações de Saúde, de distanciamento e isolamento social, é fundamental para preservarmos vidas. Diante disso, o Fórum de Entidades Populares repudia a visita do presidente da República, que irá promover um evento aberto em praça pública, gerando aglomerações e colocando a vida de mais brasileiros/as em risco.

O número de casos da Covid-19 segue em crescimento em Campo Alegre, inclusive nas comunidades rurais. Estamos extremamente preocupados com as consequências de um evento dessa proporção para um município de aproximadamente 30 mil habitantes, que não dispõe de infraestrutura de saúde adequada para o tratamento do coronavírus.

Ressaltamos também que a obra da adutora que o presidente irá inaugurar, iniciada em 2013 no Governo Dilma Rousseff (PT), estava pronta desde 2018 e foi entregue em maio do ano passado. Salientamos ainda que apenas a primeira etapa, que leva água para a sede do município está em funcionamento. Diversas comunidades rurais, incluídas no projeto, ainda não foram beneficiadas. As obras da segunda fase seguem em andamento.

Há décadas, os/as campo-alegrenses sonham e lutam pelo direito de ter água encanada em suas residências. As organizações populares do município desenvolveram uma das primeiras experiências de captação de água de chuva no Semiárido, embrião do Programa ‘Um Milhão de Cisternas’, que transformou a realidade dessa região, garantindo o abastecimento de água para o consumo da população.

Na contramão dessa construção de um Semiárido com condições dignas de vida para milhões de pessoas, está o presidente Jair Bolsonaro. Antes de se eleger, nunca escondeu seu preconceito com os/as nordestinos/as, chegando a oferecer capim ao nosso povo. Depois de eleito, transformou seu preconceito em ações diretas, cortando recursos públicos e investimentos para região.

O Fórum de Entidades Populares de Campo Alegre de Lourdes pede à população do município que fique em casa na manhã desta quinta-feira (30). Diante de um momento tão difícil, agravado por um governo genocida, só as nossas atitudes enquanto cidadãs e cidadãos são capazes de fazer a diferença.

Fórum de Entidades Populares de Campo Alegre de Lourdes, 30 de julho de 2020  

13 COMENTÁRIOS

  1. Só sendo uma cidade do PT perdida no sertão da Bahia com estas ideia,por isso não sai da lama, deveria agradecer por um presidente perder seu tempo em uma cidade desta,nunca vão sair deste marasmo.

  2. O Bozo, pensando em enganar o sertanejo, mas só ilude o gado
    dele, gosta de pegar obras hídricas já prontas e dizer que foi obra do governo dele. Desse mesmo jeito foi ridicularizado nas redes quando quis enganar o povo combativo do sertão com a obra da transposição.

  3. Tem moral mas nem em pardieiro, foi se encontrar até com o vampirão corrupto Michel Temer para pedir ajuda. Volta da CPMF, aumento de impostos, zero privatizações, loteamento de cargos no governo, é um cabaré que chamam de governo.

  4. Deve ser porque os membros que representam esse tal fórum, estejam acostumado ver seus políticos de estimação roubando os cofres públicos, e daí ficam com raiva quando ver políticos honestíssimos inaugurando obras que servem à todos naquela região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome