Campanha de prevenção e combate à sífilis é realizada no Mercado do Produtor

0
(Foto: Ascom PMJ/Divulgação)

O Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) recebeu nesta sexta-feira (1º), uma atividade em parceria entre a Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), Unidade de Saúde da Família (USF) do Bairro Itaberaba e os residentes multiprofissionais da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Na ação, permissionários, carregadores, caminhoneiros e clientes do entreposto tiveram acesso a serviços como testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites virais.

Além disso, foram distribuídos preservativos e panfletos educativos sobre a doença, orientações para a prevenção de doenças, palestra educativa, aferição de pressão arterial, teste de glicemia, orientações farmacêuticas a respeito de plantas medicinais e fitoterápicas; orientações e encaminhamentos odontológicos e higiene bucal correta.

Médico do Itaberaba, Odomy Amorim diz que a ação é muito boa, pois traz a prevenção para quem não tem acesso. “Além de todos os exames e serviços ofertados nessa ação, fizemos a orientação individual independente dos resultados, pois é de suma importância lembrar que a doença tem cura. Mas quando não tratada, além de causar danos no cérebro e no coração, torna mais fácil a infecção pelo HIV. Cerca de 40 pessoas foram atendidas e tivemos três testes reagentes. Nosso objetivo foi ofertar um serviço de saúde de qualidade para os trabalhadores que ficam no local o dia inteiro”, externou o médico.

Agnaldo Meira, diretor Executivo da AMA, destacou a importância dessa parceria e disse que eventos voltados para a saúde sempre são boas iniciativas para o entreposto. “Ficamos felizes com essas parcerias que conseguem levar para à população serviços de saúde. O público do Ceasa precisa de atividades assim, pois na correria do dia a dia de trabalho nem sempre se tem tempo para cuidar da saúde”, avaliou.

teste rápido

O teste rápido para HIV e sífilis pode ser realizado em poucos minutos, facilitando o acesso ao resultado de forma rápida, bem como o início de tratamento especializado, se necessário. Os casos positivos recebem imediatamente encaminhamento para um serviço de referência. Além disso, as equipes atuam no sentido de orientar todos os que realizam o teste sobre as estratégias de prevenção disponíveis no SUS.

Os principais sintomas ocorrem nas duas primeiras fases, período em que é mais contagiosa. O terceiro estágio pode não apresentar sintoma e, por isso, dá a falsa impressão de cura. O uso da camisinha em todas as relações sexuais e o correto acompanhamento durante a gravidez são meios simples, confiáveis e baratos de prevenção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome