Câmara de Abaré realiza hoje sessão extraordinária para votar cassação do prefeito Fernando Tolentino; Prefeitura está ocupada

0
(Foto: Marcos Silva)

A Câmara de Vereadores de Abaré, no norte da Bahia, poderá cassar, em sessão extraordinária que ocorrerá daqui a pouco, às 10h, o mandato do prefeito Fernando Tolentino (PT).

O gestor é acusado de alugar imóvel, em ruínas, no valor de R$ 8,6 mil, em prejuízo do Erário. O fato teria sido informado em 2017 em relatório do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA).

A autorização do retorno de comissão que julga a cassação do prefeito saiu ainda no final de dezembro passado, através da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA). Antes, uma decisão da Comarca de Chorrochó, na mesma região, tinha anulado a Comissão Processante após ação do prefeito.

Para o prefeito ser cassado é preciso que oito dos onze vereadores votem a favor do impeachment.

Prefeitura ocupada

Neste momento, a prefeitura está ocupada por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e indígenas da região. A Polícia Militar (PM) foi acionada e já está no local.

A informação repassada a este Blog é que Fernando Tolentino está em Salvador, onde tenta uma liminar para tentar barrar a cassação. Caso seja cassado, quem assume a prefeitura é o vice Kaká de Eulina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome