Cães abandonados preocupam comunidade acadêmica da Univasf em Petrolina

3
Cães soltos no campus da Univasf. (Foto: Arquivo/Divulgação)

cães soltos univasf2

A quantidade de cães soltos dentro do campus Petrolina Centro da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) tem gerado inquietação à comunidade acadêmica. Em e-mail enviado ao Blog, a leitora Thyane Michelle Ferreira afirma que os cachorros não são vacinados e muitos deles têm comportamento agressivo, inclusive já teriam atacado pessoas dentro do campus.

Acompanhem:

A grande quantidade de cachorros que transitam na Univasf – Campus Petrolina vem provocando  inquietação à comunidade acadêmica (servidores, funcionários, professores,  estudantes e visitantes), pois os animais não são vacinados e alguns possuem comportamento agressivo.

Já ocorreram alguns casos de ataque a pessoas dentro do campus e já foram registradas várias ocorrências na Ouvidoria da Univasf. O problema persiste, pois quando ocorre intervenção dos órgãos responsáveis, alguns alunos/servidores acabam interferindo e proibindo o recolhimento dos animais.

Vale ressaltar que o número de cães dentro do Campus Petrolina vem aumentando em decorrência de algumas pessoas colocarem alimentos para os animais do lado de fora do Restaurante Universitário, provocando mais transtornos, pois deixam os restos de alimento, sujando o pátio externo do restaurante e deixando os pratos descartáveis poluindo o entorno do espaço.  A Universidade adota medidas de orientação da preservação dos espaços, mas falta conscientização por parte das pessoas que utilizam o local.

É uma questão de saúde pública! Pode ser revertida utilizando-se de uma ação educativa para adoção dos animais e outras medidas que não prejudiquem os cães e as pessoas que transitam pelos espaços da Universidade. A situação exige educação social e ambiental, mas também é preciso cuidar da saúde de todos e respeitar o próximo.

Thyane Michelle Ferreira/Leitora

3 COMENTÁRIOS

  1. Não é a primeira vez que é denunciado este fato, mas não tomam nenhuma providência! É grave! Lá só tomam providências quando o pior acontece, tenho uma filha estudando no local e se assusta muito com a agressividade dos cães! Fico muito preocupado quando a deixo para estudar.

  2. absurdo! falta do que fazer! eu estudo na UNIVASF e não sei onde estão esses “perigosos cachorros” que atacam todos…mentira, lá por sinal é muito comum os alunos brincarem com os cães, em vez de tentar ajudar, pessoas desse tipo (pobre de espirito,sem luz) ficam fazendo terrorismo…o grande perigo da UNIVASF é a enorme quantidade de viciados que fingem que vão estudar e estão transformando o campos em um cracolândia…isso sim é grave e todos ficam se fingindo de cego…querem conferir? vão lá atrás do restaurante universitário(point principal).

  3. concordo plenamente com você Fabio. ando com freguemcia na univasf não vejo os animais fazerem nada com ninguém, por que este povo que anda reclamando fazem alguma coisa pra ajudar eles, um ato de conseguir adoção ou mesmo castra-lo pra não continuar aumentando, fazem nada só reclama. que unica coisa que sabe fazer. poe a mão na consciência e coloca de uma vez por toda na cabeça, eles precisa da gente da nossa proteção, unica coisa que querem e amor e carinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome