Bolsonaro anuncia general Hamilton Mourão como vice

6
Jair Bolsonaro, Levy Fidelix e Hamilton Mourão. (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) anunciou no domingo (5) o nome do general da reserva Hamilton Mourão (PRTB) como vice na sua chapa para concorrer à Presidência da República. No início da tarde, o PRTB formalizou a aliança.

Pela manhã, Bolsonaro participou da convenção estadual do PSL em São Paulo. À tarde, também na capital paulista, ao lado de Mourão e de Levy Fidelix, presidente nacional do PRTB, ele comentou a chapa recém-formada.

No momento, eu deixo de ser capitão, o general Mourão deixa de ser general. Nós passamos a ser, a partir de agora, ‘soldados’ do nosso Brasil“, afirmou Bolsonaro, que também é militar da reserva.

Hamilton Mourão, por sua vez, defendeu “um governo austero, honesto, sem corrupção, com eficiência gerencial, relacionamento republicano com os demais poderes, ou seja, sem balcão de negócios”. O general provocou polêmicas recentemente por algumas declarações. Ele fez elogios públicos ao coronel Carlos Brilhante Ustra, acusado de tortura, sugeriu que o Judiciário não seria capaz de garantir o funcionamento das instituições e mencionou uma possível intervenção militar no Brasil. (Fonte: G1)

6 COMENTÁRIOS

  1. O candidato à presidência é uma piada, o vice é uma piada em dobro! Dois parasitas estatais que nunca administraram nem o próprio dinheiro, não tem qualquer habilidade política e vivem de sensacionalismos para se aparecer, a exemplo dessa intervenção militar que tanto alardeiam, que só acontecem em paisecos miseráveis como os da AL, África e Ásia. O ruim dessas coisas serem eleitas agora, é que eles irão fazer tanta merda que a esquerda voltará com força em 2022. Olha a postura do vice em declarações sensacionalistas? Alguém dá credibilidade no cenário internacional à uma figura dessas que mais se assemelha aqueles ditadores da África e OM? Nem o Trump adota tantos radicalismos. Essa anta da imagem ainda quer ser comparado ao Trump. Trump, apesar de muitos erros, é pragmático e tem larga experiência com negociação e administração. Já esse coitado aí… bem…. O povo anda tão desiludido que qualquer merda serve.

  2. É uma maneira do Militar voltar ao Poder, o que é muito bom, sem traumas e sem revolução, na verdade o que houve em 1964 foi uma Contra-Revolução, pois Revolução seria o País ser tomado pelos Comunistas, se assim fosse, hoje não passaríamos de uma Cuba que não vai a lugar nenhum. Para quem não sabe, em 1964 o Brasil era a 48º Economia do Mundo, os militares quando deixaram o Poder o Brasil já estava no 8º patamar. A Contra-Revolução não foi militar mas sim Civil, o Empresariado Civil foi quem financiou a Contra-Revolução. O Bolsonaro em qualquer situação é melhor do que todos os outros candidatos, exceto do que o Senador Álvaro Dias. Os outros representam o continuísmo da corrupção, pois MDB, PT e PSDB representam isso que aí está, corrupção correndo solta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome