Ato público promovido pelo Sinpol-PE reúne no Recife lideranças sindicais de todo o país

0
Foto: divulgação

Lideranças sindicais de policiais civis de todo Brasil, representantes sindicalistas de vários segmentos e alguns parlamentares participaram ontem (18) de uma caminhada com toda a diretoria do Sinpol-PE, num ato em defesa da liberdade sindical e pela a readmissão de Áureo Cisneiros aos quadros da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE). O grupo se organizou em frente à Chefia da Polícia Civil, onde promoveu um ato em repúdio à demissão arbitrária de Áureo, e logo após se dirigiu até o Palácio do Campo das Princesas, onde foi entregue um manifesto ao governador Paulo Câmara.

O ato contou com a presença integrantes das Federações Regionais e da Confederação Brasileira de Policiais Civis (Cobrapol), da deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL), do delegado Orlando Zaccone (coordenador do movimento Policiais Antifascismo) entre outros.

Uma comissão formada pelo presidente do Sinpol-PE, Rafael Cavalcanti, o vice-presidente Marsal Sobreira, o presidente da Cobrapol, André Gutierrez, e o presidente da Federação dos Trabalhadores Policiais Civis da Região Nordeste (Feipol– NE), Ênio Nascimento, foi recebida no Campo das Princesas pelo secretário-executivo da Casa Civil, Carlos Eduardo Figueiredo. “Achar um caminho viável. Foi essa promessa do secretário-executivo da Casa Civil, Carlos Eduardo Figueiredo. Ele entende que não é bom o desfecho que o governo deu e prometeu que levará nossa palavra diretamente ao governador, para tentar achar um caminho menos traumático e injusto“, detalhou Rafael Cavalcanti.

Ainda de acordo com o presidente do Sinpol-PE, uma nova reunião ficou agendada para a próxima segunda-feira (25). Áureo teve sua demissão publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), no último dia 5 de janeiro, a qual foi considerada “arbitrária” pela categoria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome