Associação Amigos da Ilha do Fogo cobra providências legais para manutenção de acesso ao espaço

por Carlos Britto // 10 de julho de 2012 às 06:23

Desde que a justiça deu a posse da Ilha do Fogo ao Exército – que por sua vez, anunciou a restrição do público ao local -, o assunto tem sido tema de muitas manifestações e até de audiência pública das Câmaras de Vereadores de Petrolina e Juazeiro. No entanto, os integrantes da Associação Amigos da Ilha ainda não estão tranquilos e cobram providências legais.

“Muitas discussões já foram realizadas a respeito do assunto, que felizmente conquistou a atenção da sociedade, políticos e autoridades. Mas agora queremos providências legais. Na audiência realizada pelas Câmaras de Vereadores de Petrolina e Juazeiro, por unanimidade fomos apoiados na manutenção do acesso a ilha, mas para isso é preciso recorrer judicialmente”, cobra Flávio Murillo, um dos integrantes da associação.

Ainda segundo Murillo,  outra proposta extraída da audiência e que precisa ganhar forma é  a implantação do Museu do Ribeirinho, que deve ser mantido pela Univasf. “A Univasf apresentou um projeto belíssimo de fomentação e preservação à cultura ribeirinha, e ainda com apoio dos alunos uma estratégia de revitalização e preservação da ilha, mas também não podemos descansar, temos que correr atrás e realizar os benefícios”, diz. A previsão é que o Exército ocupe a área no mês de setembro.

Associação Amigos da Ilha do Fogo cobra providências legais para manutenção de acesso ao espaço

  1. maria lucia disse:

    Agora que essa ” Associação” está pedindo manutenção da ilha ????
    ME POUPEM VIU !
    IPÓCRITAS !

  2. Meus verdadeiros PARABÉNS a Associação. É muito bom ver que apesar da Justiça e Administração terem sido INJUSTOS na Concessão e decisão, tem gente lutando para não perdermos o acesso a este bem tão importante. Sei que a Associação tem feito muito, inclusive, só eles fazem alguma coisa e estão conseguindo companheiros para esta luta PELO CUMPRIMENTO DA LEI. E como pessoa que ama, não só a justiça, como as próprias leis deste país, espero que o judiciário reveja sua decisão e AFASTE DEFINITIVAMENTE esta Concessão ALTAMENTE ABUSIVA. Que a Constituição seja cumprida, que possamos ter acesso o lazer (Com proteção policial, sim, pois é dever da polícia trabalhar ali), ao meio ambiente, à cultura, à nossa história. QUE O JUDICIÁRIO CUMPRA SEU VERDADEIRO PAPEL e proteja nossos direitos de cidadãos!!! VANTE ASSOCIAÇÃO!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *