As obras que ficaram no papel e nos discursos

12

Petrolina é um celeiro de obras que nem chegaram a ser iniciadas – algumas de responsabilidade da Prefeitura, dos governos do Estado e Federal e de iniciativas privadas. Muitas dessas obras – prometidas em momentos oportunos (para não dizer eleitoreiros) – são alvos de questionamentos de moradores até hoje, entre elas a Orla III, o Armazém da Criatividade e o Hospital da Mulher.

Outra obra questionada pelos petrolinenses é construção da nova sede da reitoria do Instituto Federal do Sertão de Pernambuco (IF Sertão-PE).

A memória dos moradores não falha e eles ainda questionam sobre o tão esperado Petrolina Park Shopping, segundo grande centro de compras que seria construído na cidade. Ainda em 2014, ano em que o empreendimento estava previsto para ser inaugurado, este Blog publicou uma matéria sobre o assunto. À época, a antiga assessoria do empreendimento informou que as obras teriam parado por falta de financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

O Blog, então, abriu espaço para explicações das empresas responsáveis pelo centro de compras, mas até hoje nenhuma resposta foi dada. Fica o questionamento e o espaço para os citados nesta matéria se pronunciarem.

12 COMENTÁRIOS

  1. Junte-se a isso a renovação total da frota de ônibus que era pra ocorrer em 2012, o VLT, o CALL CENTER, a UPA 24 (que era pra ser feita ao lado do centro de convenções) e o Petrolina Shopping.

  2. Queria uma posição da admnistração do Petrolina Park Shopping esclarecendo em que pé anda o financiamento que eles anunciaram por uma placa que afixaram no estande em junho, na placa informa que este empreendimento tem o financiamento do BNB. Queria saber se realmente é real ou tudo não passava de especulação.

  3. A população deveria aproveitar o embalo da inauguração do JUAGARDEN SHOPPING e cobrar uma explicação dos empreendedores do Petrolina Park Shopping, vamos enviar e-mail e ligar p saber o motivo o não andamento da obra, se nunca mais vai retornar ou se vai retornar e quando.

  4. Essa ideia do segundo shopping só surgiu por conta da implantação do Juá Garden, aquela velha mentalidade para não ficar “atrás” de Juazeiro! Pode até sair do papel um dia, mas sem necessidade, pois o River Shopping atende muito bem a demanda.

  5. Há ainda o VLT, o Centro Administrativo, a praça do Antônio Cassimiro (pelo amor de de Deus, não digam que “aquilo” é a praça pronta!), Avendida Transnordestina, iluminação da avenida do Batalhão Militar…

  6. A enganação passa de pai para filho.
    O fedelho agora vive no Facebook garantindo que todas as obras prometidas serão entregues ate o fim do mandato do pai!

  7. Petrolina poderia ter se tornado uma potencia se não fosse essa administração de atraso que governou por 8 anos aqui. Muitas cidades aqui do Nordeste dispararam seus desenvolvimentos nos último 8 anos a exemplo de Imperatriz, Caruaru, Vitória da Conquista, Campina Grande, Feira de Santana, Arapiraca, Mossoró e muitas outras, elas ganharam empreendimentos como shoppings, call center, hospitais, avenidas duplicadas, anel viário, empreendimentos verticais e horizontais, etc.. só nós ficamos para trás espero que nunca mais tenhamos administração como esta, pois a autoestima do petrolinense está lá embaixo.

  8. Lucio essa historia que “o segundo shopping só surgiu por conta da implantação do Juá Garden” não procede pois a e Enashopp (Petrolina Shopping) começou os estudos para implantação em 2008 bem antes do anuncio do Juá Garden. O segundo shopping de Petrolina vem pela demanda reprimida que o River tem. As obras do Petrolina Shopping retornarão agora no segundo semestre de 2016, e a inauguração tá prevista para Dez/2017 fonte: http://www.portaldoshopping.com.br/inauguracoes/4

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

cinco × cinco =