Artistas pernambucanos querem discutir com deputados da Alepe estratégias para setor cultural do Estado

0
Foto: Eric Gomes/reprodução

Os artistas pernambucanos se manifestaram em nota enviada à Assembleia Legislativa de Pernambuco nesta terça-feira (18), sobre a preocupação com o impacto da pandemia do novo coronavírus no setor cultural do Estado. A categoria propôs a discussão de soluções em curto e médio prazo, para amenizar os efeitos da crise financeira pela qual estão passando.

Na nota, o setor artístico alega que a área de eventos e entretenimento foi a primeira a parar por conta da pandemia, e será a última a retornar de forma efetiva, por conta do perigo de contágio. Os artistas destacam ainda sobre a possibilidade de cancelamento do Carnaval, sem que as partes envolvidas sejam ouvidas e sem que haja um plano emergencial para nossos artistas.

Em carta enviada, cerca de 30 artistas assinaram propondo e demonstrando interesse em participar da discussão sobre o tema, para que seja tomada as decisões da melhor forma, de modo a minimizar o impacto da pandemia na vida financeira da classe artística pernambucana.

Entre os nomes estão:

– Almir Rouche

– Maestro Spok

– André Rio

– Gustavo Travassos

– Sérgio Andrade (Banda de Pau e corda)

– Nena Queiroga

– Valéria Moraes (Coral Edgard Moraes)

– Rominho (Som da terra)

– Luciano Magno

– Salatiel de camarão

– Gerlane Lopes

– Maestro Forró

– Karynna Spinely

– Marrom Brasileiro

– Quinteto Violado

– Cristina Amaral

– Carla Rio

– Márcio Oliveira Trompete

– Benil

– Ed Carlos

– Thiago Kerhle

– Maestro Fábio Valois

– Rogério Rangel

– Cássio Cavalcanti

– André Macambira

– Roberto Cruz

– Andrezza Formiga

– Beto Hortis

– Derico Alves

– Petrúcio Amorim

– Diego Cabral

– Novinho da Paraíba

– Gui Menezes

– Sérgio Borges Orquestra

– Orquestra Maxximus

– Zé Renato

– Amauri Nascimento

– Tereza Acyoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome