Artigo: Estudante critica atraso em pagamento de bolsas a cargo do IEL

por Carlos Britto // 06 de julho de 2012 às 22:30

O estudante e professor temporário, Gesner Santana, desabafa ao Blog, neste artigo, acerca do atraso no pagamento de bolsas sob a coordenação do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

Confiram:

Sou estudante de História e atuo como professor temporário, estou vinculado a um sistema de estágio pelo IEL (Instituto Euvaldo Lodi), onde o mesmo não honra com seus compromissos e deveres vinculados em contrato.

Existem casos, como foi o meu, de atrasos no pagamento que chegam a quatro (04) meses, como também casos onde o atraso já passa de um ano. Colegas da área já não acreditam na instituição, e o que poderia ser uma saída para os estudantes em processo de formação aplicarem seus conhecimentos de forma concreta e com uma remuneração mínima, acaba tornando-se um pesadelo.

Muitos estudantes têm (tinham) como única forma de renda a bolsa concedida. A falta de respeito para com os estudantes é algo que beira o absurdo.

O problema envolve principalmente a Direc – 15, onde a mesma é a responsável pelo recrutamento dos estudantes e encaminhamento para as escolas, mas que a qualquer indício de problema transfere a responsabilidade para a referida instituição. Ficam as perguntas:

Como esse recurso não chega ao seu destino final (os estudantes)? Por que a demora? Por que o descaso, a falta de respeito e jocosidade nas declarações e “explicações”?

Quero uma justificativa real. O estudante não é palhaço, muito menos o professor.

Grato.

Gesner Santana/Estudante

Artigo: Estudante critica atraso em pagamento de bolsas a cargo do IEL

  1. filipe disse:

    Infelizmente sempre foi assim, já estagiei nesse sistema e cheguei até a passar 4 meses sem receber, as coisas só vão mudar se vocês estagiários se reunirem entrarem com um processo no ministério público ai vão fazer a coisa correta.

  2. wellkya disse:

    infelizmente isso é uma ralidade muito comum e tem situações piores do as que foram relatadas no artigo, que é o casa de pessoas que trabalharam 2 anos saíram do cargo e ainda não receberam nada pelo que trabalhou

  3. AISLANIO disse:

    Esta é a realidade ,estou esperando o pagamento do ano de 2011 (ano passado ) foi 4 meses dano aula, e até o momento não recebi.

  4. Essa é a realidade da educação na Bahia e no Brasil. Também já fui estagiário dessa tal IEL e já faz 1 ano e 3 meses que não recebi nada. Falta de competência, responsabilidade, administração e respeito para com os estagiários. E irreal você encontrar alguém que diga que essa DIREC 15 cumpre com suas obrigações. Vamos nos organizar, para mover uma ação contra isso que estão fazendo contra nós estagiários, que eu já me sinto constrangido em sempre receber as mesmas desculpas da DIREC 15: estamos resolvendo…. até quando?

  5. CÁTIA REGINA disse:

    EU SOU ESTAGIARIA DA IEL ,a um ano e no primeiro semestre fiquei sem receber
    quando recebi já estava com o contrato vencido e agora o segundo contrato esta vencido a dois meses,Que esta seja a realidade o, que realmente não pode é continua sendo!Vamos fazer como o nosso amigo Felipe sugeri, entrar no ministério publico infelizmente existe o medo que são os mesmo de todos mas nós não podemos deixar que os nossos medos continuem com essa “realidade”eu sei que um não pode fazer nada mesmo mas,quantos estagiários existem no brasil que se encontra nessa situação?
    Eu estou a disposição para uma possível reivindicação.Se alguém tiver interesse por favor entre em contato, pensem bem existem vários estagiários e ex. estagiários podemos fazermos um abaixo assinado primeiro eletrônico e depois ver como podemos chegar ao ministério publico.

  6. silvana martins disse:

    é assim eu também não recebei sou estagiaria de educação especial mas fico pouco com a minha aluna porque fico nas outra salas e para receber nada é um total falta de respeito

  7. Ellys Marrie disse:

    Creio que continua da mesma forma,aqui em Pernambuço,a ABRÉ e o CIEE,honraram seus compromissos mas o IEL nada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *